Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ALANE DA SILVA TÔRRES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALANE DA SILVA TÔRRES
DATA: 12/12/2023
HORA: 09:30
LOCAL: SALA Nº01 -ANTIGA PREXC (por trás do HU)
TÍTULO: SIGEST: mHEALTH ASSISTENCIAL PARA O MANEJO CLÍNICO DA SÍFILIS NA GESTAÇÃO
PALAVRAS-CHAVES: Sífilis; Gravidez; Aplicativos Móveis; Terapêutica; Estudo
PÁGINAS: 117
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

INTRODUÇÃO:A sífilis, apesar da detecção e tratamento gratuito, permanece crescente no Brasil. Trata-se de um desafio importante para a saúde pública, pois, quando presente na gestação sem tratamento adequado pode acarretar consequências severas como abortamento, prematuridade, má-formação do feto e até morte ao nascer. OBJETIVO: Desenvolver um aplicativo assistencial para o manejo clínico da sífilis na gestação. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo metodológico de construção, validação e avaliação de um aplicativo que foi desenvolvido em duas fases: 1) Desenvolvimento metodológico e tecnológico (construção do aplicativo) a partir dos seguintes passos: análise, designer, desenvolvimento e implementação; 2) Validação do aplicativo: conteúdo e aparência (juízes especialistas). O método de revisão integrativa foi utilizado para elaborar o conteúdo (especificação). Para a validação de conteúdo e aparência foi utilizado um questionário relacionado a caracterização do especialista, um instrumento para avaliação do conteúdo, e outro para avaliação de aparência. O conteúdo foi validado por 13 especialistas em Ginecologia/Obstetrícia/Saúde da Mulher (Validação de conteúdo) e 13 profissionais selecionados da Estratégia Saúde da Família incluindo médicos e enfermeiros (análise semântica). A análise semântica (público-alvo), foi realizada a partir de uma abordagem individual dos profissionais da instituição, os quais tiveram acesso ao aplicativo e avaliaram o entendimento quanto ao seu conteúdo e manuseio. Para análise dos dados foi calculado o Índice de Concordância (IC), o Índice de Validação de Conteúdo (IVC) e o teste binomial. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí conforme parecer nº 5.625.622/2022. RESULTADOS: O conteúdo do aplicativo foi dividido em sete áreas distribuídas em conteúdo informativo e assistencial: (Conteúdo Informativo): 1) Definição e etiologia da sífilis; 2) Classificação clínica da sífilis; 3) Transmissão; 4) Diagnóstico; 5) Tratamento; (Conteúdo Assistencial): 6) Direcionamento assistencial; 7) Seguimento pós tratamento. O instrumento foi validado com IC geral de 100%. A aplicação do teste Binomial com n=13 e p=0,85 demonstrou que, todas as proporções de concordância para cada atributo das áreas foram consideradas maiores ou iguais a 85% (valores-p > 0,05). CONCLUSÃO: O SIGest é uma importante ferramenta de consulta na área da saúde, disponibilizando, informações atualizadas e validadas acerca do manejo clínico da sífilis. Possibilitará, aos profissionais uma tomada de decisão mais assertiva, resolutiva e em tempo oportuno, de modo a oferecer um direcionamento assistencial mais efetivo e seguro no tratamento da doença.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALBERTO PEREIRA MADEIRO - UESPI
Interno - 4332146 - JOSE ARIMATEA DOS SANTOS JUNIOR
Presidente - 1549654 - MALVINA THAIS PACHECO RODRIGUES
Interno - 2081610 - NATALIA PEREIRA MARINELLI
Notícia cadastrada em: 01/12/2023 17:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 18/07/2024 21:23