Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LARYZA SAMPAIO DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LARYZA SAMPAIO DE OLIVEIRA
DATA: 28/06/2021
HORA: 15:00
LOCAL: ON-LINE
TÍTULO: ESTADO NUTRICIONAL E CONSUMO DE ALIMENTOS CARIOGÊNICOS EM PRÉ-ESCOLARES DA REDE PÚBLICA E PRIVADA
PALAVRAS-CHAVES: Pré-escolares; Obesidade; Consumo alimentar; Cariogênicos.
PÁGINAS: 74
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Os alimentos cariogênicos são ricos em mono e dissacarídeos e solúveis em saliva, estão muito presentes no consumo alimentar das crianças, favorecendo as DCNTs. OBJETIVO: Correlacionar o estado nutricional com o consumo de alimentos cariogênicos de pré-escolares da rede pública e privada. METODOLOGIA: Estudo descritivo e analítico com amostra representativa de pré-escolares com média de 3,6 anos de idade de escolas públicas (CMEIS) e uma escola da rede privada, selecionadas por sorteio randomizado (CMEIS) e escolha intencional da escola privada, por receber alunos das diversas regiões de Teresina. O estado nutricional foi avaliado pelo IMC/Idade. As variáveis independentes estudadas foram: sexo, idade, instituição de ensino, escolaridade materna, renda familiar mensal, estado nutricional. As variáveis categóricas foram apresentadas em porcentagens, aplicou-se o Bartlett's test, t de Studentc2 (qui-quadrado) e Correlação de Pearson. RESULTADOS: Foram avaliadas 2.016 crianças, com idade média de 3,6 anos, com predomínio do sexo feminino na escola privada (51,1%) e masculino na escola pública (51,7%). A média de peso foi igual na média geral (18,1 Kg), em ambos o sexo nas diferentes escolas. A altura, na instituição privada a média geral de 0,84 cm e 0,80cm da escola pública. Das mães da rede pública 45,2% (547) estudaram até o fundamental, 51,0% (617) até o médio, 3,8% (46) o terceiro grau, na rede privada. 100% das mães possuíam nível superior. A porcentagem de eutróficos foi 67,7%. Com relação ao excesso de peso, 19,8% eram alunos da escola pública e 15,8% da escola privada. A obesidade foi maior (16,5%) na instituição privada. Nos pré-escolares da escola pública apresentou 12,5%. Verificou –se forte correlação entre o excesso de peso e obesidade, r2 = 0,7 a 0,9 (p < 0,005), bem como o consumo dos alimentos cariogênicos, com consumo maior de: achocolatados, biscoitos doces, chocolates e sorvetes e doces. CONCLUSÃO: Foi prevalente a eutrofia nos pré-escolares pesquisados (67,7%), ainda que tenha sido observado moderada prevalência de excesso de peso e obesidade, e consumo moderado a alto de alimentos cariogênicos, correlacionando-se com o estado nutricional.  



MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1943482 - CARLOS EDUARDO BATISTA DE LIMA
Externo ao Programa - 3375434 - MANOEL DIAS DE SOUZA FILHO
Externo ao Programa - 1167674 - RAIMUNDO ROSENDO PRADO JUNIOR
Interno - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 07/06/2021 12:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 26/09/2022 16:55