Notícias

Banca de DEFESA: FABIANO VIEIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FABIANO VIEIRA DA SILVA
DATA: 31/08/2015
HORA: 09:30
LOCAL: MESTRADO EM CIÊNCIAS E SAÚDE
TÍTULO:

Detecção do antígeno de galactomanana (GM) em Soro de pacientes neutropênicos atendidos em um centro de referência de Teresina, Piauí.


PALAVRAS-CHAVES:

Aspergilose pulmonar; Diagnóstico sorológico; Antígenos.


PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Biomedicina
RESUMO:

A Aspergilose Pulmonar Invasiva (API) é uma doença grave que afeta o Trato Respiratório (TR) e que vem assumindo no cenário clínico um papel relevante por ser considerada uma das micoses mais comum a indivíduos imunodeprimidos responsável por altas taxas de morbi-mortalidade, sendo fundamental a associação com a clínica, imagem e diagnóstico laboratorial. Este trabalho teve como objetivo analisar o teste de diagnóstico de detecção do antígeno de galactomanana (GM) na API em amostras sorológicas a fim de avalia-lo como um marcador no diagnóstico precoce de aspergilose invasiva (AI) em pacientes imunodeprimidos atendidos em um centro de referência em Teresina – PI, Brasil. De 86 pacientes foram analisadas de forma individual os exames laboratoriais de detecção de GM em amostras sorológicas (soro) obtidos dos prontuários médicos de pacientes neutropênicos; faixa etária; gênero; cor; microrregião; diagnóstico; exame laboratorial hematológico e tratamento. Dos 86 pacientes, em 57 (66%) foi observada neutropenia >10 dias e positividade na GM para uma possível aspergilose pulmonar, a partir de critérios estabelecidos pela EORTC/MSG. A predominância foi para o gênero masculino com 60% (n=52/86) e faixa etária entre 1 e 76 anos (mediana 17 anos) tendo predominância para <10 anos (19/86); a leucemia foi a principal doença envolvida com 69% (31/45) nos pacientes com doença hematológica onde a leucemia mieloide aguda (LMA) foi a mais prevalente 40% e a taxa de óbito para esse grupo foi de 36% (10/30); a densidade óptica (DO) observada nos resultados do teste de GM foi de 0,01 a 8,70. A sensibilidade e a especificidade foram de 96 % (CI 95%, 0,92 – 0,98) e 92 % (CI 95%, 0,85 – 0,97) e os valores preditivos positivo e negativo foram de 86,7% (CI 95%, 0,54 – 0,70) e 78% (CI, 95%, 0,87 – 0,98), respectivamente. A acurácia foi 96% (p<0.001) e o tratamento foi de 48% com antibiótico. Na aspergilose pulmonar o teste de GM é indispensável e eficiente como teste rápido tanto no diagnóstico precoce quanto no início do tratamento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1716862 - ADALBERTO SOCORRO DA SILVA
Interno - 423325 - VIRIATO CAMPELO
Externo ao Programa - 1987060 - LIDIANE PEREIRA DE ALBUQUERQUE
Externo à Instituição - LILINE MARIA SOARES MARTINS - UESPI
Notícia cadastrada em: 20/08/2015 08:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 15/07/2024 14:41