Notícias

Banca de DEFESA: VANESSA MARIA MOURA PAZ

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANESSA MARIA MOURA PAZ
DATA: 26/09/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório Profª Francisca Elima Cavalcante Luz -Departamento de Nutrição, Campus-Ininga
TÍTULO: EFETIVIDADE DA FORTIFICAÇÃO DAS FARINHAS DE TRIGO E MILHO COM FERRO E ÁCIDO FÓLICO NO CONTROLE DE ANEMIA EM GESTANTES EM UMA MATERNIDADE DE REFERÊNCIA DE TERESINA -PI
PALAVRAS-CHAVES: Anemia ferropriva ; gestantes;alimentos fortificados
PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia da fortificação da farinha de trigo e milho com ferro e ácido fólico no controle de anemia em gestantes em um serviço de alta complexidade materno infantil de Teresina – PI O estudo do tipo transversal retrospectivo, descritivo  e analítico dos níveis de hemoglobina de 654 gestantes a partir de pesquisa em 442 prontuários e 212 entrevistas pós submissão e aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa entre  novembro de 2018 e janeiro de 2019.Utilizou-se  dos níveis plasmáticos de hemoglobina para estimar a prevalência e a correlação de Pearson  para verificação do efeito   das variáveis independentes (antecedentes gineco –obstétricos, consumo alimentar e estado nutricional: escolaridade, situação conjugal, atuação profissional, idade, paridade, abortamento, data da última menstruação)nos níveis de hemoglobina.O consumo dos alimentos alimentos fortificados com ferro e ácido fólico, e facilitadores ou inibidores da absorção do ferro foi verificado por meio de entrevistas utilizando-se um Questionário de Frequência de Consumo Alimentar.Foi adotado nível de significância de 5%, IC 95% e p < 0,05 .A prevalência de anemia  foi de 9,3%( 61 gestantes) as gestantes em na sua maioria casada, do lar, adulta jovem ( 22 a 35 anos) nível médio concluído. A anemia predominou entre  as multíparas, e com IMC acima de 24,99.A suplementação com ferro e ácido fólico foi observada em 97,8% das gestantes, tinham um consumo diário de alimentos fontes naturais de ferro, alimentos facilitadores, e inexpressivo consumo de alimentos inibidores da absorção de ferro. Houve correlação significativa entre os níveis de hematócrito  e hemoglobina ( p=0,000) e com a comparação entre os dois momentos da pesquisa : 2008 e 2019, com resultado significativo (r2= 1     p < 0,001) para  redução da hemoglobina plasmática. A prevalência de anemia após a fortificação compulsória das farinhas de trigo e milho com ferro e ácido fólico reduziu expressivamente neste grupo de gestantes, sendo categorizada como de grau leve, e inserida num evidente contexto de transição nutricional.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2572995 - AIRTON MENDES CONDE JUNIOR
Externo ao Programa - 3375434 - MANOEL DIAS DE SOUZA FILHO
Externo à Instituição - MONICA LOPES DE ASSUNÇÃO - UFAL
Presidente - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 09/09/2019 14:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 19/07/2024 12:47