Notícias

Banca de DEFESA: ALAN LEANDRO CARVALHO DE FARIAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALAN LEANDRO CARVALHO DE FARIAS
DATA: 23/10/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório Leste / Medicina
TÍTULO: EFEITOS DA UTILIZAÇÃO DO PROBIÓTICO Saccharomyces boulardii NA ESTEATOSE HEPÁTICA INDUZIDA PELA PERIODONTITE EM RATAS
PALAVRAS-CHAVES: Doença periodontal, estresse oxidativo, fígado gorduroso, inflamação
PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Saccharomyces boulardii é utilizado como suplemento (probiótico) de microrganismos vivos, que contribuem para melhorar o equilíbrio da microbiota intestinal, onde alguns estudos apontam a importância do mesmo também no tratamento de doenças infecciosas e hepáticas, onde apresenta a capacidade de estimular a produção de antimicrobianos endógenos e competir com bactérias periodontopatogênicas. Alguns estudos demonstraram que a periodontite e alterações na microbiota intestinal podem estar associada a doenças sistêmicas tais como esteatose hepática. Tendo isso em vista, este trabalho teve como objetivo, avaliar os efeitos da administração de Saccharomyces boulardii sobre a esteatose causada pelo modelo de periodontite induzida por ligadura em ratas. Para isso, trinta animais foram divididos em três grupos (n = 10, cada grupo): Controle, saudável; Periodontite (periodontite induzida com ligadura e sem tratamento) e S. boulardii (periodontite induzida e tratada com S. boulardii). Os animais foram submetidos à análise dos seguintes parâmetros periodontais: índice de sangramento gengival, mobilidade dentária e profundidade de sondagem. Após a eutanásia, as mandíbulas foram submetidas a avaliação da altura óssea alveolar. Nos tecidos hepáticos e gengivais foram medidos: os níveis de malondialdeído, glutationa e mieloperoxidase. As amostras de fígado também foram submetidas a análises histopatológicas, para avaliação dos seguintes parâmetros esteatose, inflamação e necrose. Finalmente, os níveis sanguíneos de alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase, albumina, uréia e creatinina foram medidos. Como resultados, obteve-se que o grupo de S. boulardii apresentou redução nos parametros clinicos orais, índice de sangramento gengival e índice de profundidade de sondagem, bem como reduziu o infiltrado neutrofilico no tecido gengival. S. boulardii também foi capaz de reduzir escores de esteatose e inflamação no tecido hepático (p <0,05), quando comparado com o grupo Periodontite. Os níveis de malondialdeído diminuíram, enquanto os níveis de glutationa apresentaram valores mais elevados, demostrando assim, que o estresse oxidativo foi reduzido nesse tecido. Como conclusão teve-se que, a administração de S. boulardii reduziu a ocorrência de periodontite, por meio da redução dos parâmetros inflamatórios como índice de sangramento gengival, índice de profundidade de sondagem e a dosagem da enzima mieloperoxidase do tecido gengival, bem como preveniu a perda óssea alveolar característico da doença. S. boulardii também reduziu os danos sistêmicos causados pela periodontite, como o acúmulo de gordura no fígado, atuando no metabolismo lipídico via fígado-intestino, reduzindo o estresse oxidativo e o infiltrado neutrofílico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1750086 - DANIEL FERNANDO PEREIRA VASCONCELOS
Externo ao Programa - 1772764 - GUSTAVO PORTELA FERREIRA
Externo ao Programa - 3375434 - MANOEL DIAS DE SOUZA FILHO
Notícia cadastrada em: 09/10/2019 09:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 08/12/2022 10:09