Notícias

Banca de DEFESA: JOSÉ SIMIÃO DA CRUZ JÚNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ SIMIÃO DA CRUZ JÚNIOR
DATA: 08/06/2022
HORA: 09:00
LOCAL: via plataforma Google meet
TÍTULO: EFEITO ANTINOCICEPTIVO E ANTI-INFLAMATÓRIO DE POLISSACARÍDEO SULFATADO EXTRAÍDO DA SEMENTE DA Libidibia ferrea
PALAVRAS-CHAVES: Antinocicepção,inflamação,Libidibia ferrea,polissacarídeo
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Introdução: A inflamação é um fenômeno dinâmico e multimediado, como resposta a um agente
lesivo físico, biológico ou químico. Apesar de existirem fármacos antiinflamatórios potentes e efetivos, os
efeitos colaterais dessa classe de fármacos ainda estão muito em evidencia, como por exemplo, danos ao TGI,aos rins e degeneração de células hepáticas. Diante disso, a busca por substancias com atividade
antiinflamatória é uma crescente. Dentro desse contexto, faz-se necessário estudar a ação de polissacarídeos(PLS) provenientes da Libidibia ferrea, pois essas substancias já apresentam efeitos que demonstraram atividade antioxidantes, cicatrizantes e antibiótica em seus fitoconstituintes. Objetivo: O presente estudo tem como objetivos caracterizar e avaliar a atividade antinociceptiva e anti-inflamatória do polissacarídeo extraído da semente da Libidibia ferrea, em modelo animal. Métodos: O material botânico foi coletado, extraído,purificado e caracterizado através de espectroscopia por ressonância magnética nuclear. Para os estudos de atividade biológica foram usados camundongos balb/c sendo o n por grupo experimental igual a 6 (n=6). Os animais foram tratados com o PLS nas doses de 1, 3, e 10 mg/kg nos ensaios de edema de pata induzido por carragenina (0,1%) para a determinação da melhor dose. Depois de determinada a melhor dose, essa foi usada nos demais ensaios: edema de pata induzido por serotonina (1%), peritonite induzida por carragenina,dosagem de mieloperoxidase (MPO), glutationa (GSH), malonildialdeídeo (MDA) e teste de formalina (2,5%).
Resultados: As análises estruturais do polissacarídeo classificaram o polissacarídeo da Libidibia ferrea como sendo do grupo das galactomananas. A dose do polissacarídeo da Libidibia ferrea utilizada para os testes inflamatórios e nociceptivos foi a de 10mg/kg por via oral através de gavagem. Os resultados mostram que no grupo salina, manteve-se uma organização tecidual em conformação normal, sem nenhuma alteração evidente.

Para o parâmetro de inflamação, o grupo tratado com Carragenina apresentou uma presença significativa de infiltrado inflamatório, tais resultados são evidenciados quando analisado, onde o grupo Carregenina
apresentou um aumento estatisticamente significativo de inflamação em relação aos grupos Polissacarídeo e Indometacina. O PLS conseguiu diminuir o volume do edema quando comparado (0,01 ± 0) ao veículo. A dose de 10 mg/kg do PLS foi capaz de reduzir a atividade da MPO (p<0,05), em 65%, e a migração de leucócitos para a cavidade peritoneal dos animais em 63,96%, diminuindo assim a infiltração de neutrófilos quando comparada com o grupo carragenina. Como previsto o grupo controle indometacina (10 mg/kg) também reduziu significativamente a atividade de MPO. Essa redução confirma a atividade anti-inflamatória relacionada com a redução da migração dos leucócitos, especialmente dos neutrófilos. A utilização do PLS diminuiu a concentração do ácido malondialdeído (MDA) na peritonite induzida, bem como manteve a concentração de glutationa reduzida (GSH). Os resultados no teste de formalina demonstraram que o PLS teve eficácia na inibição da dor. Conclusão: Pode-se inferir que o polissacarídeo extraído da semente da Libidibia ferrea apresenta efeito anti-inflamatório, tendo em vista que, na presente pesquisa, os marcadores inflamatórios,como MDA, GSH, MPO e a migração leucocitária foram modulados positivamente a partir da utilização da dose de 10mg/kg.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1690196 - ANDRE LUIZ DOS REIS BARBOSA
Externo ao Programa - 1637767 - MARCELO DE CARVALHO FILGUEIRAS
Externo à Instituição - TARCISIO VIEIRA DE BRITO - FAPEPI
Notícia cadastrada em: 20/05/2022 12:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/12/2022 04:02