Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOÃO PAULO CARVALHO MOURA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÃO PAULO CARVALHO MOURA
DATA: 13/12/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do PPGQ - UFPI
TÍTULO: Propriedades estrutural, morfológica, eletroquímica e fotocatalítica de filmes heterojunção ZnO/CuWO4
PALAVRAS-CHAVES: ZnO/CuWO4; fotocatálise; heterojunção
PÁGINAS: 15
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Cinética Química e Catálise
RESUMO:

Com o desenvolvimento da fotocatálise heterogênea como tecnologia verde para remediação ambiental, uns dos principais desafios tem sido melhorar a atividade fotocatalítica e a utilização de energia solar dos fotocatalisadores. Dito isso, neste trabalho foi construído e investigado as propriedades de filmes heterojunção ZnO/CuWO4 nanoestruturado. Os filmes nanobastões ZnO foi construído por método de crescimento hidrotermal sobre camada semente. Nanopartículas de CuWO4 foram sintetizadas por co-precipitação com pós tratamento hidrotermal. A heterojunção ZnO/CuWO4 foi construída a partir da deposição da suspensão das nanopartículas de CuWO4 sob os nanobastões ZnO pelo método doctor-blade. Os filmes obtidos foram caracterizados por espectroscopia na região do ultravioleta visível (UV-vis), difração de raios X (DRX) e microscopia eletrônica de varredura (MEV) e foto eletroquimicamente sob irradiação policromática em eletrólito suporte Na2SO4. O DRX mostrou os planos referentes fases Wurtzita e Triclínica para os filmes ZnO e CuWO4, respectivamente. As fases foram mantidas na heterojunção, com aparecimento de um sinal referente a interação entre os materiais. As micrografias mostraram nanobastões de ZnO crescidos perpendiculares ao substrato, e o recobrimento superficial com nanopartículas CuWO4 no filme ZnO/CuWO4. A formação da heterojunção possibilitou maior aproveitamento da luz visível para o filme ZnO/CuWO4. As caracterizações eletroquímicas mostraram que os filmes ZnO, CuWO4 e ZnO/CuWO4 mostraram comportamento de semicondutor do tipo-n, em que maiores resultados de fotocorrente foram encontrados para o filme ZnO/CuWO4, bem como foi possível estimar também uma maior fotoestabilidade. A partir de medidas eletroquímicas e opticas foi estimadas as posições das bordas das bandas enérgicas dos semicondutores. Os filmes eletrodos foram utilizados para a degradação de solução aquosa do corante Rodamina B – RhB (1,0 µmol L-1) utilizando as configurações de fotocatálise heterogênea (FH) e fotocatálise heterogênea eletroassistida (FHE). O filme ZnO/CuWO4 mostrou-se maior atividade fotocatalítica na condição FHE removendo 82% de RhB. Os resultados demostram que a associação do ZnO/CuWO4 junto à aplicação do potencial, minimiza a recombinação dos portadores de carga fotogerados, facilita o transporte de cargas e aumenta a atividade fotocatalítica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 756.483.183-91 - GERALDO EDUARDO DA LUZ JUNIOR - UESPI
Interno - 1998602 - EVERSON THIAGO SANTOS GERONCIO DA SILVA
Interno - 2406262 - ROBERTO ALVES DE SOUSA LUZ
Interno - 794.918.553-87 - REGINALDO DA SILVA SANTOS - UESPI
Notícia cadastrada em: 28/04/2020 11:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 24/06/2024 10:51