Notícias

Banca de DEFESA: FRANCISCO DAS CHAGAS M DA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCO DAS CHAGAS M DA SILVA
DATA: 16/11/2020
HORA: 08:30
LOCAL: sala virtual - link de acesso à sala - ____________,
TÍTULO: Influência dos métodos de síntese nas propriedades morfológicas, eletrônicas e na capacidade de adsorção α-Ag2WO4/SBA-15 para o corante rodamina B
PALAVRAS-CHAVES: método sonoquimico, α-Ag2WO4, peneira molecular, tratamento de águas residuais e corante catiônico
PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Cinética Química e Catálise
RESUMO:

Nanocristais de α-Ag2WO4 foram sintetizados pelo método sonoquímico, com uso de ácido citrico, à temperatura ambiente. Os nanocompósitos α-Ag2WO4/SBA-15 SQ e α-Ag2WO4/SBA-15 x% (x = 5, 10 e 20, sendo x a razão em massa de α-Ag2WOem relação a SBA-15) foram obtidos respetivamente pelos métodos impregnação sonoquímica in situ e pós-síntese. As amostras foram caracterizadas por Difratometria de raios X (DRX), Refinamento estrutural pelo método de Rietveld, espectroscopia Raman, espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectroscopia no ultravioleta e visível (Uv-vis) por reflectancia difusa, adsorção e dessorção de N2, potencial zeta e espectroscopia de fotoelétrons de raios X. Os difratogramas de raios X e refinamento Rietveld corroboraram com a formação de SBA-15, α-Ag2WO4/SBA-15 e α-Ag2WO4. As análises de Raman e FTIR evidenciam a preservação das propriedades da SBA-15 e α-Ag2WO4 no compósito. A análise de adsorção e dessorção de N2 mostrou que as propriedades texturais: área superficial, área mesoporosa, volume de poros e microporos, diâmetro de poros não foram drasticamente alteradas. Entre os α-Ag2WO4/SBA-15 x%, α-Ag2WO4/SBA-15 20% teve a menor área (521,9 m2 g-1), mas ainda próxima da área da SBA-15 pura. O α-Ag2WO4/SBA-15 SQ teve área de 375.8 m2 g-1, isso sugere que método impregnação sonoquímica in situ tem maior influência nas propriedades do compósito que o método pós-síntese. As medidas de potencial zeta mostrou, que todos os adsorventes tem cargas superficial negativas em meio aquoso. O XPS e Raman sugerem interação entre o suporte e o α-Ag2WO4, o XPS mostrou a formação de prata metálica, bem como sugere que o suporte pode minimizar tal formação. Os adsorventes foram aplicados na adsorção de RhB, sendo que os adsorventes α-Ag2WO4, α-Ag2WO4/SBA-15 SQ e α-Ag2WO4/SBA-15 20% tiveram os melhores desempenhos. Os estudos se ajustaram ao modelo de Langmuir e cinética de pseudo-segunda ordem. A influência de pH, tempo, concentração do corante, temperatura, massa dos adsorventes e papel de KCl foi investigada. O nanocamposito α-Ag2WO4/SBA-15 apresentou maior capacidade de adsorção que α-Ag2WO4 puro. α-Ag2WO4/SBA-15 SQ (0,352 g L-1) adsorve 100 % de RhB 50 mg L-1 em 30 minutos. O processo se mostrou espontâneo, endotérmico (exceto para SBA-15) e favorável. O mecanismo é atribuído às interações eletrostáticas entre grupos dos adsorventes e do corante.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 756.483.183-91 - GERALDO EDUARDO DA LUZ JUNIOR - UESPI
Interno - 1553988 - EDSON CAVALCANTI DA SILVA FILHO
Interno - 1722880 - JOSY ANTEVELI OSAJIMA FURTINI
Externo ao Programa - 840.043.633-49 - LAÉCIO SANTOS CAVALCANTE - UESPI
Externo à Instituição - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER - UFRN
Externo à Instituição - VINICIUS PATRICIO SANTOS CALDEIRA - UERN
Notícia cadastrada em: 09/10/2020 08:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 22/06/2024 21:47