Notícias

Banca de DEFESA: ALLAN KAYK SALES MENESES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALLAN KAYK SALES MENESES
DATA: 06/04/2023
HORA: 15:00
LOCAL: Forma híbrida: Auditório do Departamento de Química e Google Meet
TÍTULO: Quantificação via espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier com reflectância total atenuada (ATR-FTIR) de anfotericina B em formulação emulgel à base de manteiga de bacuri (Platonia insignis Mart.)
PALAVRAS-CHAVES: Anfotericina B. ATR-FTIR. Quantificação. Emulgel. Método analítico.
PÁGINAS: 56
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Orgânica
ESPECIALIDADE: Química dos Produtos Naturais
RESUMO:

Para a indústria farmacêutica, os medicamentos devem ser comercializados como formulações seguras e terapeuticamente ativas, associado a um controle de qualidade simples, barato e rápido. No controle de qualidade, o desenvolvimento de uma metodologia analítica validada de acordo com determinada diretriz, a qual impõe uma série de parâmetros a serem seguidos, confirma que tal método é adequado a um determinado fim. A anfotericina B (AmB) é um antibiótico antifúngico mundialmente conhecido por sua ação efetiva, sendo utilizado em diversos tipos de tratamentos, em diferentes tipos de formulações. Um emulgel desenvolvido à base de AmB e manteiga de bacuri (Platonia insignis Mart.), indicado para o tratamento de leishmaniose cutânea, um importante problema de saúde pública no Brasil e no mundo, apresentou-se como uma alternativa potencial para o tratamento dessa doença. Os métodos descritos para doseamento de AmB: espectrofotometria no Ultravioleta e Visível (UV-Vis) e Cromatografia Líquida de Alta Pressão (HPLC) apresentam desvantagens nos quesitos praticidade, rapidez e economia. Nesse sentido, a espectroscopia no infravermelho vem ganhando notoriedade para o controle de qualidade de fármacos, devido às suas vantagens sobre esses métodos convencionais. O objetivo desse trabalho foi desenvolver um método de quantificação do analito AmB em uma formulação farmacêutica complexa (emulgel) à base de manteiga de bacuri (Platonia insignis Mart.), usando a espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier com reflectância total atenuada (ATR-FTIR). As soluções com padrão de AmB e KBr foram formuladas para a aquisição de espectros ATR-FTIR, sem preparação dos discos de KBr, comumente usados, com aplicação direta em acessório ATR. O método foi baseado na determinação de AmB pela medição da área sob a curva (AUC) da banda correspondente ao estiramento C – O dos anéis piranoides em 1040 cm-1 para o desenvolvimento da curva de calibração. O método proposto foi validado de acordo com as diretrizes do Conselho Internacional de Harmonização de Requisitos Técnicos para Produtos Farmacêuticos de Uso Humano (ICH), em termos de especificidade, linearidade, precisão, exatidão, limite de detecção e limite de quantificação. O método desenvolvido foi linear na faixa de 1 – 6% (m/m) (R2 0,998) e atendeu aos parâmetros de validação, confirmados pelos baixos valores de desvio padrão relativo. O estudo mostrou que a espectroscopia ATR-FTIR é uma alternativa viável e potencial para o doseamento de AmB em formulação farmacêutica complexa.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2351542 - CICERO ALVES LOPES JUNIOR
Interno - 756.483.183-91 - GERALDO EDUARDO DA LUZ JUNIOR - UESPI
Externo à Instituição - JOSÉ MACHADO MOITA NETO - UFDPar
Presidente - 1549302 - SIDNEY GONCALO DE LIMA
Notícia cadastrada em: 06/04/2023 04:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 14/06/2024 16:20