Notícias

Banca de DEFESA: CAIO LENON CHAVES CARVALHO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAIO LENON CHAVES CARVALHO
DATA: 30/06/2023
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do PPGQ
TÍTULO: Sensoriamento da Furosemida em Suplementos Alimentares a partir do nanocompósito eletroativo de Co3[Co(CN)6]2/Fe3O4 com β-ciclodextrina sobre Eletrodos de Grafite Recuperados de Baterias de Zn/C Usadas
PALAVRAS-CHAVES: β-cyclodextrina, Co3[Co(CN)6]2, Fe3O4, nanocomposito, eleltrodos de grafite, furosemida
PÁGINAS: 185
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica
ESPECIALIDADE: Físico Química Inorgânica
RESUMO:

Nas últimas décadas, descobriu-se que a Furosemida (FUR) tem sido amplamente
empregada como adulterante químico de suplementos dietéticos para emagrecimento.
Como tópico importante da área de segurança alimentar, esta Tese de Doutorado aborda
uma nova metodologia eletroanalítica para determinação da FUR em amostras de
suplementos alimentares utilizados para perda rápida de peso. Neste propósito, um
nanocompósito eletroativo baseado em análogo de azul da Prússia de cobalto
(Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 ), magnetita (Fe 3 O 4 ) e β-ciclodextrina (CD), Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 /Fe 3 O 4 -CD,
foi preparado por precipitação química e caracterizado por várias técnicas. Imagens de
microscopia eletrônica de transmissão revelaram uma nanoarquitetura híbrida
constituída por nanocubos de Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 recobertos por nanopartículas
ultrapequenas de Fe 3 O 4 , além de uma camada de revestimento de CD. Análises dos
resultados dos espectros na região do infravermelho (FTIR) e difratogramas de Raios X
do nanocompósito mostraram boa cristalinidade e os principais grupos funcionais
referentes aos (nano)componentes isolados. Após a caracterização do
Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 /Fe 3 O 4 -CD imobilizado na superfície de eletrodos de grafite oriundos de
baterias de Zn/C descarregadas(EGB), em eletrólito alcalino, verificou-se a formação de
filmes casting definidos como CoOOH/Fe3O4-CD, exibindo alta resposta eletroquímica
e estabilidade. Na presença da FUR foi observada uma diminuição significativa na
intensidade da corrente de oxidação de Co (3+) OOH/Co (4+) O 2 . Este comportamento pode
ser associado a limitação da difusão de íons OH - no espaço intercamadas da estrutura do
CoOOH. Desse modo, a inibição da densidade de corrente anódica foi empregado para
detecção da FUR por meio de Voltametria de Varredura Linear (VVL). A performance
eletroanalítica do eletrodo EGB│Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 /Fe 3 O 4 -CD mostrou faixa linear de 0,04
a 4,25 µmol L -1 , excelente sensibilidade (4527 µA mol -1 L) e baixo limite de detecção
(6,02 nmol L -1 : 2 ng mL -1 ). A metodologia de detecção da FUR também exibiu alta
especificidade, estabilidade de armazenamento e boa precisão. Enquanto, os ensaios em
soluções aquosas contendo chás e cápsulas emagrecedoras exibiu níveis de recuperação
de suas respectivas concentrações satisfatórios. Portanto, o sensor de baixo custo
reportado neste trabalho tem grande potencial para detecção e monitoramento da
quantidade da FUR em amostras reais de interesse da saúde humana.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1508806 - WELTER CANTANHEDE DA SILVA
Interno - 794.918.553-87 - REGINALDO DA SILVA SANTOS - UESPI
Interno - 1998602 - EVERSON THIAGO SANTOS GERONCIO DA SILVA
Interno - 1714171 - JANILDO LOPES MAGALHAES
Externo ao Programa - 2549060 - CARLA EIRAS
Externo à Instituição - FRANK NELSON CRESPILHO - USP
Externo à Instituição - FABIO HENRIQUE BARROS DE LIMA - USP
Notícia cadastrada em: 15/06/2023 11:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 14/06/2024 16:26