Notícias

Banca de DEFESA: ANDERSON FERNANDO MAGALHÃES DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDERSON FERNANDO MAGALHÃES DOS SANTOS
DATA: 20/02/2024
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do PPGQ
TÍTULO: Influência da camada de sílica nas propriedades físicas, químicas e eletroquímicas do análogo de azul da Prússia de cobalto
PALAVRAS-CHAVES: cobalto, análogo do azul da Prússia, sílica, supramolecular, modificação de superfície
PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica
ESPECIALIDADE: Físico Química Inorgânica
RESUMO:

Esta tese reporta a síntese bem-sucedida de um novo nanomaterial, Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 @SiO 2 −NH 2 ,
formado a partir de um análogo de azul da Prússia de cobalto, Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 (CoPBA), e uma
camada externa amorfa (@SiO 2 -NH 2 ) originada da adição de organossilanos como
tetraetilortossilicato (TEOS) e 3-aminopropiltrimetoxissilano (APTMS). A quantidade de TEOS
(0,22, 0,33, 0,44, 0,55 e 0,67 nmol) usada para preparar a camada de SiO 2 foi variada para avaliar
seu impacto nas propriedades do novo nanomaterial sintetizado, que foram nomeados como
CoPBA@SiO 2 -NH 2 -01 até CoPBA@SiO 2 -NH 2 -05. As análises XRD foram consistentes com o
padrão para Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 . As medidas de FTIR confirmaram a modificação da superfície dos
nanocubos de Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 pela formação de SiO 2 , e a ligação de grupos NH2 após a adição de
APTMS foi confirmada pelo teste de ninidrina, já que a análise UV-VIS mostraram uma banda em
torno 576 nm, típica do roxo de Ruherman. As imagens TEM mostraram nanocubos de
Co3[Co(CN)6]2 com tamanho médio em torno de 110 nm e uma camada amorfa de SiO 2 com cerca
de 15 nm de espessura após modificação por TEOS e APTMS. As análises de potencial zeta
mostraram que o ponto isoelétrico do Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 move-se para valores de pH mais altos e
valores de potencial zeta mais baixos à medida que sua superfície é modificada por SiO2 e NH2. As
análises de voltametria cíclica dos nanomateriais CoPBA@SiO 2 -NH 2 mostraram o aparecimento de
dois processos redox à medida que a superfície do Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 é modificada por TEOS e
APTMS, e um terceiro processo de oxidação é evidenciado em taxas de varredura mais baixas (10 a
50 mV.s -1 ) quando a quantidade de TEOS adicionada para formar a camada de sílica no
nanomaterial é superior a 125 μL (0,55 nmol). O nanomaterial CoPBA@SiO 2 -NH 2 -02 apresentou os
melhores parâmetros para aumento da corrente faradaica, reversibilidade, cobertura superficial e
espessura do filme. A análise do processo de transferência de carga na superfície dos eletrodos
evidenciou que à medida que a velocidade de varredura e a camada de sílica aumentam, há uma mudança de perfil de processos controlados por adsorção para processos predominantemente controlados por difusão. O novo material, Co 3 [Co(CN) 6 ] 2 @SiO 2 -NH 2 , mostrou que a camada de sílica evidencia processos redox, que antes foram apenas registrados em taxas de varredura muito lentas. Além disso, os processos de transferência de elétrons foram evidentes em altas taxas de varredura, o que o torna adequado para aplicação como biossensor eletroquímico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1508806 - WELTER CANTANHEDE DA SILVA
Interno - 2351244 - JEAN CLAUDIO SANTOS COSTA
Interno - 2363808 - EDMILSON MIRANDA DE MOURA
Interno - 1714193 - JOSE MILTON ELIAS DE MATOS
Externo ao Programa - 1548848 - EDUARDO COSTA GIRAO
Externo ao Programa - 1780191 - FRANCISCO ERONI PAZ DOS SANTOS
Externo à Instituição - REJANE MARIA PEREIRA DA SILVA - UESPI
Externo à Instituição - ELISANE LONGHINOTTI - UFC
Notícia cadastrada em: 30/01/2024 08:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 14/06/2024 15:46