Notícias

Banca de DEFESA: MARLON DE ARAÚJO CASTELO BRANCO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARLON DE ARAÚJO CASTELO BRANCO
DATA: 19/02/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Colégio Agricola de Teresina (CAT/UFPI)
TÍTULO:

Antioxidantes e inibidores de serino proteases sobre a viabilidade espermática de bovino Curraleiro Pé-duro no processo de criopreservação.


PALAVRAS-CHAVES:

Antioxidantes, Inibidores de Serino proteases, Espermatozóides, Criopreservação, Bovino, Curraleiro Pé-Duro 


PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Reprodução Animal
RESUMO:

Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes concentrações de inibidores de serino protease, inibidor do ativador do plasminogênio 1 – PAI-1 (70 ƞg, 140 ƞg e 210 ƞg), Antipaina (10 µg, 50 µg e 100 µg) e deferentes antioxidantes, óleo essencial de limão (Citrus limon), limoneno R-(+) e limoneno S-(-)  nas concentrações de (0µM, 50µM, 100µM e 150µM) na suplementação ao diluidor de congelamento de sêmen bovino. Trinta e seis ejaculados de quatro bovinos Curraleiro Pé-Duro foram usados para criopreservação espermática. Espermatozóides criopreservados em diferentes concentrações de inibidores de serino proteases foram submetidos à análise pós-descongelamento, da motilidade espermática assistida por computador (CASA) para avaliar as características da cinética espermática. A microscopia de epifluorescência foi utilizada para determinar a integridade acrossomal, integridade da membrana plasmática e potencial de membrana mitocondrial. Microscopia de contraste de fase foi utilizada para avaliar os defeitos espermáticos, no qual foram classificados em: defeitos maiores, menores e totais. Espermatozóides criopreservados em diferentes concentrações de antioxidantes foram submetidos a análise pós-descongelamento, da motilidade espermática assistida por computador (CASA) para avaliar as características da cinética espermática. A citometria de fluxo foi utilizada para detecção de espécies reativas ao oxigênio (ROS) e a microscopia de epifluorescência utilizada para determinar a integridade acrossomal, integridade da membrana plasmática e potencial de membrana mitocondrial. Microscopia de contraste de fase foi utilizada para avaliar a motilidade total e o vigor espermático no teste de termo resistência (TTR), nos tempos de 0, 60, 120 e 180 minutos. A criopreservação de espermatozóides com Antipaina diminuiu os parâmetros cinéticos pós-descongelamento de MP, VSL, LIN, SRT e a porcentagem de espermatozóides hiperativados, PAI-1 (210 ƞg) diminuiu VSL e LIN. Antipaina e PAI-1 não tiveram efeitos nos parâmetros de integridade da membrana plasmática, potencial de membrana mitocondrial e defeitos espermáticos. Espermatozóides criopreservados na presença de Antipaina e PAI-1 (70 e 140 ƞg) aumentaram significativamente a integridade acrossomal, assim como foram capazes de completarem a reação acrossômica in vitro. As principais constatações a partir da suplementação de diferentes antioxidantes no diluidor de criopreservação espermática foram: (i) melhora na motilidade total pós-descongelamento dos espermatozóides incubados a 37°C durante 60 minutos, quando criopreservados com adição de óleo essencial de limão nas concentrações de 100 e 150 uM, (ii) nenhuma melhora na integridade da membrana plasmática, integridade acrossomal e potencial de membrana mitocondrial quando criopreservados com adição de óleo essencial de limão,  limoneno R-(+) e limoneno S-(-), (iii) todas as concentrações do óleo essencial de limão mostrou-se eficaz na redução das ROS intracelular de espermatozóides bovinos. Em conclusão, os inibidores de serino protease, Antipaina e PAI-1 (70 e 140ƞg) são capazes de preservar a integridade acrossomal de espermatozóides criopreservados de bovinos, assim como a adição do óleo essencial de limão na criopreservação de espermatozóides de bovinos Curraleiro Pé-Duro, melhorou a motilidade espermática total e preservou a célula espermática contra os danos do estresse oxidativo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423174 - AMILTON PAULO RAPOSO COSTA
Externo à Instituição - ANTONIO DE SOUSA JUNIOR - UESPI
Externo à Instituição - GERALDO MAGELA CORTES DE CARVALHO - EMBRAPA
Presidente - 422864 - JOSE ADALMIR TORRES DE SOUZA
Externo à Instituição - JOSÉ RIBAMAR DE SOUZA TORRES JÚNIOR - UFMA
Notícia cadastrada em: 29/01/2016 13:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 25/09/2022 05:20