Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JURANDY DO NASCIMENTO SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JURANDY DO NASCIMENTO SILVA
DATA: 10/08/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Curso de Farmácia
TÍTULO: ANÁLISES NÃO CLÍNICAS DE UMA FRAÇÃO ACETATO DE ETILA OBTIDA DA PLANTA Casearia sylvetris EM DIFERENTES MODELOS EXPERIMENTAIS: AÇÃO ANTICÂNCER CONTRA TUMORES MURINOS E HUMANOS E EFEITOS ANTINOCICEPTIVOS
PALAVRAS-CHAVES: Anticâncer. Nocicepção. Dor oncológica. Casearia sylvestris
PÁGINAS: 164
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

A avaliação da ação farmacológica dos compostos extraídos da espécie vegetal Casearia sylvestris Swartz foi feita por meio de análises antitumorais em linhagens celulares murina e humana e antinociceptivas com a finalidade de investigar o mecanismo de ação. Uma fração enriquecida de Casearinas (FC) nas doses de 10 e 25 mg/kg/dia i.p. e 50 mg/kg/dia v.o. e o isolado majoritário Casearina X (Cas X) 25 i.p. e 50 mg/kg/dia v.o. inibiram o crescimento tumoral em 7 dias de tratamento (P<0,05). A FC reduziu a integridade da membrana e induziu a fragmentação do DNA e a despolarização mitocondrial (P<0,05). Animais tratados com FC 25 mg/kg/dia i.p e v.o., apresentaram uma maior sobrevida. No ensaio antiproliferativo em fibras ocas (HFA) a FC reduziu a proliferação de células neoplásicas em todas as doses testadas (2,5 e 5 i.p. e 25 e 50 mg/kg/dia v.o.), em células de glioblastoma humano (SF-295) e carcinoma do colorretal humano (HCT-116) (P<0,05). No ensaio xenográfico houve uma redução significativa dos tumores dos animais tratados com a FC seguidos da ausência de alterações significantes na massa úmida dos órgãos e nos parâmetros hematológicos (P>0,05). Análises microscópicas feita em tumores de HCT-116 revelaram alterações relevantes e morte celular por necrose no grupo tratado com FC 10 mg/kg/dia i.p. Na análise histológica do fígado, foi constatada vacuolização e degeneração em todos os grupos, com destaque para o grupo que recebeu FC 10 mg/kg/dia (i.p. e v.o.) que apresentou essa alteração de forma mais intensa. Alterações histológicas sugestivas de hemorragia foram observadas nos rins dos animais de todos os grupos, seguida de congestão celular apenas nos grupos FC 10 mg/kg/dia (i.p. e v.o.) A FC apresentou efeito antinociceptivo significativo em camundongos sadios e acometidos pelo tumor S180 no teste de contorções abdominais, com destaque para as maiores doses (25 e 50 mg/kg i.p. e v.o. respectivamente) assim como o quimioterápico 5-FU e morfina (25 e 5 mg/kg i.p. respectivamente). Na fase neurogênica do teste de formalina, todas as amostras reduziram de forma significativa o tempo de lambida da pata. Na fase inflamatória do teste apenas as amostras da FC administradas por via oral tiveram efeito promissores (P<0,05). Na avaliação do envolvimento da FC (50 mgk/kg v.o.) em sistemas de dor mediados por vias especificas, o antagonista naloxona na dose de 2 mg/kg i.p. reverteu o efeito antinociceptivo na primeira fase do teste enquanto os antagonistas L-NAME e Atropina (20 e 1 mg/kg i.p. respectivamente) reverteram o efeito antinociceptivo da FC na segunda fase do teste de formalina. Juntos, esses achados corroboram com o uso popular de C. sylvestris Sw para fins terapêuticos como proposto pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sugerindo o desenvolvimento de um fitomedicamento com ação anticâncer e analgésica, tendo como base moléculas de diterpenos do tipo clerodânicos, com administração oral em fórmulas farmacêuticas sólidas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2128442 - FELIPE CAVALCANTI CARNEIRO DA SILVA
Interno - 1167629 - FERNANDA REGINA DE CASTRO ALMEIDA
Externo à Instituição - PATRÍCIA MARÇAL DA COSTA - FIC
Notícia cadastrada em: 17/07/2018 13:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 06:27