Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PATRÍCIA ALVES DE ABREU E SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PATRÍCIA ALVES DE ABREU E SOUSA
DATA: 20/12/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Programa Pós-Graduação em Ciência dos Materiais (PPGCM /UFPI)
TÍTULO: Avaliação de microesferas de SrMoO 4 como adsorvente de corante têxtil azul de metileno e fármaco doxazosina
PALAVRAS-CHAVES: Molibdato; Esfera; Sorção; Meio Ambiente; Fármaco.
PÁGINAS: 126
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

Molibdatos e tungstatos são materiais investigados desde o século passado, as principais aplicações são nas áreas da química, engenharias, bioquímica, física e astronomia, atualmente, com aperfeiçoamento de métodos de obtenção e das propriedades vem se destacando a área biotecnológica com vertente de desenvolvimento de novos materiais. Dentre esses compostos, molibdato de estrôncio (SrMoO4) é um material atraente para pesquisas devido suas propriedades químicas e excelente estabilidade química, o que possibilita a inserção de íons dopantes a fim de melhorar as propriedades e ampliar as aplicações. Neste sentido, esta pesquisa objetivou a síntese, caracterização de molibdato de estrôncio puro e dopado com hólmio, mantendo o controle morfológico com o intuito de aplicar os materiais na adsorção de corante têxtil azul de metileno e do fármaco doxazosina. Os resultados descrevem que o método hidrotérmico possibilitou a formação de SrMoO4 e SrMoO4:Ho sem presença de fases secundárias, cristalinos e o controle morfológico foi alcançado, no qual, SrMoO4 se organizou em forma de microesferas e SrMoO4:Ho se organizou em forma de nanoesferas. As outras técnicas de caracterização confirmaram a organização estrutural dos compostos, a análise por Espectroscopia por Energia Dispersiva determinou a presença de todos os elementos de interesse e do íon dopante, indicando que ocorreu efetivamente a dopagem do material. A aplicação das microesferas de SrMoO4 na adsorção do corante azul de metileno possibilitou determinar as melhores condições para utilização, no qual, a capacidade adsortiva máxima de corante pelas microesferas foi de aproximadamente 140 mg g-1, ocorrida em pH 2 com tempo de equilíbrio de 30 minutos. O mecanismo envolvendo adsorvente-adsorbato ocorre por interações químicas e formação de multicamadas, e as microesferas de SrMoO4 foram aplicadas a 2 ciclos de reuso e apresentaram excelente capacidade de remoção do corante azul de metileno. A aplicação das microesferas de SrMoO4 para adsorção do fármaco doxazosina, apresentou capacidade de sorção máxima de aproximadamente 180 mg g-1, ocorrida em pH 2 com tempo de equilíbrio dinâmico de 90 minutos. O mecanismo cinético de interação adsorvente-adsorbato ocorre também por interações químicas e os dados se ajustaram melhor ao modelo de adsorção de Freundlich. Logo, microesferas de molibdato de estrôncio (SrMoO4) podem ser aplicadas em processos de sorção de corantes têxteis em águas residuais prevenindo/revitalizando o meio ambiente, como também, tem potencial de aplicação em processos de sorção de fármacos, podendo ser utilizadas como sistema de liberação de fármacos na área da saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 778.751.253-91 - FRANCISCO DAS CHAGAS ALVES LIMA - UESPI
Interno - 423287 - JOSE RIBEIRO DOS SANTOS JUNIOR
Externo ao Programa - 6276167 - ROMULO RIBEIRO MAGALHÃES DE SOUSA
Notícia cadastrada em: 10/12/2018 11:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 02/10/2022 23:42