Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ALINE BARBOSA NEGREIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALINE BARBOSA NEGREIROS
DATA: 04/02/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Núcleo Integrado de Morfologia e Pesquisas com Células-tronco (NUPCelt/UFPI)
TÍTULO: Análise genética e genômica da abelha sem-ferrão Melipona rufiventris: sequenciamento, desenvolvimento de ferramentas moleculares e inferências populacionais
PALAVRAS-CHAVES: Meliponíneos, macadores moleculares, tecnologia NGS, plataforma Illumina, estrutura populacional
PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Genética
SUBÁREA: Genética Animal
RESUMO:

A espécie Melípona rufiventris é nativa do cerrado brasileiro, região que vem sofrendo forte impacto ambiental, devido ao excessivo desmatamento e queimadas para a produção agrícola. Com o declínio da espécie se faz necessário a quantificação da diversidade genética dentro e entre as populações. Os marcadores microssatélites, também conhecidos como marcadores de repetição simples (SSR), são amplamente utilizados em estudos ecológicos e também podem ser empregados para investigar a diversidade genética das populações desta espécie. Baseado nisso, o objetivo principal desse trabalho foi realizar um estudo genômico de frequência e abundância dos microssatélites na abelha-sem-ferrão Melipona rufiventris utilizando a tecnologia do Sequenciamento de Nova Geração (NGS), identificar e desenvolver marcadores moleculares específicos de microssatélites e por fim realizar inferências populacionais com o emprego destas ferramentas moleculares. Para esta razão, foram testados um total de vinte e cinco primers para amplificação de produtos específicos em reações de PCR, com o objetivo de validação dos marcadores. No caso de ausência de amplificação, tentou-se otimizar as condições da PCR, incluindo temperaturas estimadas de anelamento diferentes concentrações de primers, ajuste da concentração de MgCl2. Neste estudo, foi desenvolvido 16 novos locos microssatélites usando o sequenciamento nova geração, com a plataforma Illumina. Onde determinou-se 137.313 contigs com um comprimento de 200-13.505 pb. Dentro deste conjunto de dados, identificou que os contigs tiveram tamanho médio de 397 pares de bases. Além do que o programa Msatcommander 0.8.2 identificou loci microssatélites com 2-6 repetições em blocos em 9745 contigs. Todos os marcadores foram genotipados em 50 indivíduos de populações oriundas dos estados do Piauí, Goiás e Minas gerais. O número de alelos e a heterozigosidade esperada foram 2 a 7 (média de 3,93) e 0,250 a 0,770 (0,568, em média), respectivamente. Os marcadores descritos neste estudo demonstraram ser úteis para a obtenção de estimativas referente à diversidade genética a nível populacional, onde poderão ser aplicados para investigar os aspectos biológicos e desenvolver programas efetivos de conservação para as populações desta espécie.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 778.751.253-91 - FRANCISCO DAS CHAGAS ALVES LIMA - UESPI
Externo à Instituição - BRUNO DE ALMEIDA SOUZA - EMBRAPA
Externo à Instituição - PAULO SARMANHO DA COSTA LIMA - UNESP
Notícia cadastrada em: 11/01/2019 11:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 04:44