Notícias

Banca de DEFESA: JAIRELDA SOUSA RODRIGUES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JAIRELDA SOUSA RODRIGUES
DATA: 01/04/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Química - UFPI
TÍTULO: Compósito amido/melamina com extrato de Bixa orellana L. para aplicação biológica na cicatrização em feridas
PALAVRAS-CHAVES: Compósito amido/melamina, Bixa orellana L., cicatrização
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Orgânica
ESPECIALIDADE: Polímeros e Colóides
RESUMO:

O urucum (Bixa orellana L.) é uma fonte natural de corantes vermelhos e além da bixina, estão presentes nas suas sementes, outros carotenóides, como a norbixina e o β-caroteno, o extrato de urucum está sendo empregado, como anti-hemorrágico, expectorante, laxativo e cicatrizante. Devido ao seu baixo custo e facilidade de extração, os polímeros bixínicos apresentam grande potencial de viabilidade econômica e perfil de aplicação comercial. O presente trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de um filme polimérico de amido/melamina com extrato de Bixa orellana L. adsorvido, para a ação biológica de cicatrização de feridas. Para este propósito, foram sintetizados compósitos com diversas relações de concentração de melamina e com diferentes extratos de urucum. Após a elaboração do filme foi realizado a caracterização por técnica de UV, IV, TG, DSC e MEV. Na ação biológica verificou-se o efeito da membrana na cicatrização em feridas. O desenvolvimento do compósito amido/melamina com extrato de Bixa Orellana obteve características melhores que as bases poliméricas separadas, cola amilácia e resina melamina formaldeido. O filme de amido/melamina e a cola amilácia obtiveram aspecto maleável, a resina melamina formaldeido apresentou-se como um material rígido e quebradiço com característica termorrígida como apresentado nos resultados de Termogravimetria. A formação dos compósitos em diversas relações de concentração e adição de diferentes extratos a 10%, onde a melhor compósito foi a 1% de resina melamina as concentrações de 2 e 3% se apresentaram termorrígidas e frágil. A análise ultravioleta- visível dos compósitos exibiu as transições vibracional características da norbixina, o compósito extraído e neutralizado com NaOH. As análises de Microscopia Eletrônica de Varredura mostraram micrografias bem diferenciadas entre a cola amido e resina melamina, esta apresentou fortes tendências de estrutura termoplástica. Quando os compósitos foram aplicados na cicatrização, observou-se que no sétimo, decimo quarto e vigésimo primeiro dia todos os grupos tratados com compósito de extrato de urucum apresentaram diferença significativa se comparados ao grupo controle negativo na análise macroscópica. Na análise histopatológica, no sétimo dia formou-se tecido de granulação imaturo com boa deposição de colágeno e processo de reepitelização avançada no compósito RIAL. No decimo quarto dia, observou-se uma inflamação leve, caracterizada pela formação de tecido de granulação maduro. Após o vigésimo primeiro dia observou-se formação evoluída fibrose evidente onde ocorreu uma deposição de colágeno comparado com o grupo controle. Os compósitos amido/melamina com extrato de urucum, são de grande importância para a formulação de material com a função cicatrizante em feridas em um tratamento de ação rápida.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANTONIO LUIZ MARTINS MAIA FILHO - UESPI
Externo ao Programa - 1714193 - JOSE MILTON ELIAS DE MATOS
Presidente - 423287 - JOSE RIBEIRO DOS SANTOS JUNIOR
Externo ao Programa - 3302639 - LUCIANO DA SILVA LOPES
Externo ao Programa - 838.271.293-20 - SUELY MOURA MELO - UFPI
Notícia cadastrada em: 07/03/2019 09:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 21:10