Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: OSKAR ALMEIDA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: OSKAR ALMEIDA SILVA
DATA: 20/05/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Curso de Farmacia
TÍTULO: DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO DE EXTRATOS VEGETAIS PADRONIZADOS PARA OBTENÇÃO DE FITOMEDICAMENTO COM ATIVIDADE LEISHMANICIDA
PALAVRAS-CHAVES: Padronização; Extratos vegetais; leishmaniose; Caracterização físico-química; Spray dryer.
PÁGINAS: 114
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
RESUMO:

As leishmanioses são doenças causadas por parasitas protozoários pertencentes ao gênero Leishmania, que se manifestam desde de lesões cutâneas até a forma visceral, de maior morbidade e mortalidade. Segundo a Organização Mundial as Saúde, 350 milhões de pessoas habitam em áreas de risco para infecção, são previstos em todo o mundo um aumento crescente, sendo esperado de 1.0 a 1.5 milhões de novos casos de leishmaniose tegumentar e 500 mil casos de leishmaniose visceral. Os principais recursos usados no tratamento das leishmanioses são baseados em antimoniais pentavalentes, tratamento que possui diversas limitações como efeitos colaterais severos devido a toxicidade, surgimento de cepas resistentes, longo período de tratamento e vias de aplicações dos fármacos intramuscular ou endovenosa. Desta forma é notória a necessidade da identificação de novos tratamentos para as leishmanioses como alternativas economicamente mais viáveis, que incorporem uma tecnologia farmacêutica acessível viabilizando a produção e distribuição de bioprodutos a bases de produtos naturais. O presente trabalho buscou viabilizar o desenvolvimento de tecnologias aplicada a produção de extratos vegetais padronizados para obtenção de fitomedicamento com atividade leishmanicida. Para tanto foram avaliados o desempenho do processo extrativo, otimizando os parametros como método, liquido extrator e tempo. Essa combinação foram sumetida a um planejamento experimental a partir do modelo quadrático fatorial completo com 2 níveis, totalizando 9 experimentos para cada tipo de extração. Os extratos fluidos aquosos e hidro alcoólico das plantas Chenopodium ambrosioides, Boerhavia diffusa, Cecropia peltata, Jatropha curcas e Aloe arborescens foram caracterizados quanto as propriedades físicoquímicas: resíduo seco, Ph, densidade, atividade antioxidante in vitro, perfil fitoquímico qualitativo (flavonóides, taninos, alcaloides e saponinas), perfil fitoquímico quantitativo (fenólicos totais e flavonoides totais), Cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Os extratos fluidos foram sumetidos a secagem por aspersão em aparelho de spray dryer. Tanto as obtenções dos extratos fluidos como os extratos secos tiveram os seus processos padronizados (citar os parametros. Os resultados evidenciaram os melhores parâmentros, sendo possível a padronização físico-química dos extratos fluídos e secos (aquosos e hidroalcoólicos). A padronização da produção de extratos é uma etapa importante para garantir a qualidade de novos produtos à base de plantas, possibilitando a homogeneidade das propriedade físicas, químicas e farmacológicas. Os extratos padronizados foram avaliados quanto a atividade antioxidante e leishmanicida in vitro utilizando a forma promastigota de Leishmania amozonesis. Os resultados obtidos servem como base para o desenvolvimento de potenciais fitomedicamentos para o tratamento das leishmanioses.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2714919 - DANIEL DIAS RUFINO ARCANJO
Externo à Instituição - LINA CLARA GAYOSO E ALMENDRA IBIAPINA MORENO - UNIRB
Externo à Instituição - RUSBENE BRUNO FONSECA DE CARVALHO - IFPI
Notícia cadastrada em: 15/05/2019 08:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 06:19