Notícias

Banca de DEFESA: RENATA PATRICIA SOUSA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RENATA PATRICIA SOUSA
DATA: 04/09/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do Núcleo Integrado de Morfologia e Pesquisas com Células-tronco (NUPCelt/UFPI)
TÍTULO: SISTEMA DE CO-CULTIVO DE FOLÍCULOS PRÉ-ANTRAIS CAPRINOS COM LINHAGENS DE CÉLULAS- TRONCO MESENQUIMAIS
PALAVRAS-CHAVES: Cultivo in vitro. Geleia de Wharton. Foliculogênese. Complexos cumulus-oócito. Cabra.
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Biologia Geral
RESUMO:

Os folículos ovarianos pré-antrais (FOPA) se constituem uma fonte potencial de oócitos para utilização in vitro na produção de embriões. No entanto, os fatores que estabelecem o microambiente essencial ao desenvolvimento folicular ainda são pouco compreendidos. Assim, o aprimoramento de sistemas de cultivo de FOPA tem sido objeto de investigação em diferentes espécies. As células-tronco mesenquimais (MSC) surgem como uma importante ferramenta para a realização de técnicas de cultivo associadas aos FOPA, devido ao seu potencial de induzir a proliferação e a sobrevivência de vários tipos de células bem como a facilidade de obtenção e sua expansibilidade in vitro. Esta pesquisa tem por objetivo avaliar o uso de MSC no desenvolvimento de folículos ovarianos pré-antrais caprinos, por meio de dois sistemas de cultivo, in situ, folículos inclusos em fragmentos de ovário e o isolado. Na primeira etapa, fragmentos do córtex ovariano foram fixados, imediatamente, (controle não-cultivado) ou distribuídos em quatro tratamentos: tecido ovariano cultivado em meio controle (α-MEM+); tecido ovariano cultivado em α-MEM+ suplementado com FBS (α-MEM+ + FBS); tecido ovariano co-cultivado com células-tronco em α-MEM+ (α-MEM+ + SC); e finalmente tecido ovariano co-cultivado com célula-tronco em α-MEM+ + FBS (α-MEM+ + SC + FBS). Foram analisadas as taxas de sobrevivência, a ativação e o diâmetro folicular e a taxa de proliferação celular. Já, na segunda etapa, os folículos secundários foram isolados e distribuídos em dois tratamentos: folículos ovarianos cultivados na ausência (controle) ou presença de células-tronco. Os folículos foram cultivados em placas de 24 poços com insert durante 18 dias, sendo 2 folículos por poço, com troca parcial do meio a cada dois dias e nos dias 6, 12 e 18 coletados para dosagem hormonal. Após cultivo, foram avaliadas a morfologia e taxas de crescimento folicular, formação de antro, produção de estradiol (E2), progesterona (P4) e Glutationa reduzida (GSH), bem como as taxas de viabilidade e de maturação oocitária. Foi observado, na primeira etapa, que após 7 dias, o tratamento co-cultivo com células-tronco apresentou um percentual de folículos pré-antrais morfologicamente normais superior (P<0,05) quando comparado aos demais tratamentos bem como uma maior (P<0,05) taxa de ativação em relação ao controle cultivado. Ademais, o diâmetro folicular foi maior no tratamento co-cultivo com células-tronco em relação ao co-cultivo com células-tronco acrescido de FBS. Na segunda etapa, o tratamento com células-tronco foi o único que apresentou um aumento significativo e progressivo no diâmetro folicular ao longo do cultivo bem como mostrou maior (P< 0,05) taxa de crescimento folicular diário. Além disso, embora o diâmetro oocitário tenha sido inferior no tratamento com células-tronco, as taxas de retomada da meiose e maturação oocitária foram semelhantes entre os tratamentos.  Neste estudo, observou-se pela primeira vez que as células-tronco mesenquimais da geléia de Wharton têm potencial para serem usadas como suporte para o crescimento dos folículos pré-antrais. O sistema in situ contribuiu para melhorar a taxa de ativação, manteve a sobrevivência folicular e desenvolvimento folicular in vitro e o isolado influenciou no crescimento folicular, embora a taxa de recuperação oocitária não tenha sido expressiva.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423174 - AMILTON PAULO RAPOSO COSTA
Externo à Instituição - ANA BEATRIZ GRAÇA DUARTE - UFC
Externo à Instituição - JOSÉ RICARDO DE FIGUEIREDO - UFC
Presidente - 422578 - MARIA ACELINA MARTINS DE CARVALHO
Externo ao Programa - 1691866 - NAPOLEAO MARTINS ARGOLO NETO
Notícia cadastrada em: 12/08/2019 07:40
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 02:00