Notícias

Banca de DEFESA: GUSTAVO CARDOSO DA SILVA NEVES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUSTAVO CARDOSO DA SILVA NEVES
DATA: 04/02/2020
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Núcleo Integrado de Morfologia e Pesquisa com Células-Tronco (NUPCelt-CCA/UFPI)
TÍTULO: Biologia celular e risco biológico: análise comparativa das linhagens de células-tronco do cordão umbilical caprino com sistema de trava de segurança multifuncional para laboratórios
PALAVRAS-CHAVES: células-tronco; cordão umbilical; caprino; vasos umbilicais; trava para frascos; segurança laboratorial.
PÁGINAS: 53
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Biomedicina
RESUMO:

As linhagens de células-tronco derivadas do cordão umbilical possuem propriedades imunomoduladoras, que minimizam a resposta inflamatória e estimulam o reparo tecidual. Contudo, persistem grandes incertezas se as  diferentes linhagens de células-tronco do cordão umbilical apresentam comportamento similar em cultivo. O cordão umbilical caprino foi dissecado, separadas as artérias, veias e a geleia de Wharton, dissociado mecanicamente e semeado como explantes para isolamento e expansão. As linhagens obtidas foram submetidas a ensaios, em triplicata, de viabilidade, cinética, plasticidade, caracterização e estabilidade em cultivo. Adotou-se a concentração mínima de 105 células/mL, em taxas de repique 1:2. Os ensaios foram conduzidos após criopreservação, em terceira e sétima passagem. Os dados foram submetidos a testes de normalidade e análise de dispersão por coeficiente de assimetria a 5% de significância. A linhagem derivada da geleia de  Wharton demonstrou maior cinética de expansão e concentração média, sem exibição de fase de decaimento evidente. Ambas as linhagens estudadas apresentaram plasticidade positiva para as diferenciações osteogênica,
condrogênica e adipogênica, observando maior deposição de matriz extracelular para a linhagem derivada da  geleia de Wharton. Exibiram expressão positiva para CD90 e CD105 e negativa para CD14. Durante a expansão  in vitro, as amostras derivadas da geleia de Wharton exibiram maior estabilidade de evolução à análise do  coeficiente de assimetria. As células-tronco mesenquimais derivadas da geléia de Wharton apresentaram maior cinética e estabilidade de cultivo, com intensa deposição de matriz extracelular, indicando maior disponibilidade de células vivas e metabolicamente ativas. A confiabilidade dos resultados apresentou-se elevada, uma vez que, durante o experimento não houve contaminação no sistema de cultivo celular, pois foi realizado utilizando-se um sistema de trava de segurança multifuncional para frascos laboratoriais durante todo o experimento. Este  produto inovador se constitui de essencial importância, para maior segurança no controle e monitoramento de laboratórios de cultura celular.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CLAUTINA RIBEIRO DE MORAES DA COSTA - IFPI
Interno - 2714919 - DANIEL DIAS RUFINO ARCANJO
Presidente - 422578 - MARIA ACELINA MARTINS DE CARVALHO
Externo ao Programa - 1691866 - NAPOLEAO MARTINS ARGOLO NETO
Externo à Instituição - YULLA KLINGER DE CARVALHO LEITE - UNIP
Notícia cadastrada em: 17/01/2020 10:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 02:03