Notícias

Banca de DEFESA: SÉRGIO BARROS DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SÉRGIO BARROS DE SOUSA
DATA: 05/03/2015
HORA: 08:30
LOCAL: NUPCelt/CCA/UFPI
TÍTULO:

Desenvolvimento de Software para Dispositivos Móveis de Avaliação de Parâmetros Reprodutivos em Caprinos – MOBCAPRI


PALAVRAS-CHAVES:

Caprino, Reprodução, Software, Automação


PÁGINAS: 109
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
RESUMO:

O desenvolvimento tecnológico das ferramentas aplicadas às pesquisas científicas tem obtido uma expressiva evolução à luz da automação e sistematização de processos metodológicos, sendo a ciência da computação considerada um incipiente instrumento interdisciplinar de auxílio aos processos de desenvolvimento de atividades de descoberta, normatização e uso de novas técnicas e processos. A pesquisa aplicada à agropecuária intenciona fomentar essa atividade econômica de extrema importância para o país. Nesta perspectiva, a caprinocultura possui grande influência não só na produção nacional de riquezas, mas na importante função de gerar renda para pequenos produtores, que se encontram as margens da aplicação de tecnologias desenvolvidas nessa atividade rural. O estudo do comportamento sexual do caprino influencia a implementação de tecnologias voltadas à reprodução e melhoramento genético do rebanho. Assim, o desenvolvimento de dispositivos e softwares aplicados à agropecuária irá ampliar o acesso de produtores de baixa renda e da agricultura familiar à tecnologias desenvolvidas na academia e voltadas para trabalhos sociais. Este trabalho teve como objetivo desenvolver um modelo numérico para utilização na avaliação da capacidade reprodutiva de caprinos, mediante parâmetros usados na rotina de exames andrológicos, além de implementar um subsistema para circuito eletrônico de um dispositivo móvel automático que possa ser empregado nessas análises a campo, para obtenção de dados referentes à mensuração da aptidão reprodutiva desses animais. Foram adequados matematicamente os indicadores de avaliação andrológica sugeridos pelo Colégio Brasileiro de Reprodução Animal CBRA aos de avaliação morfológica e seminal de pesquisas com caprinos adaptados à região nordeste divididos em dois grupos: a avaliação física e a avaliação seminal. Na avaliação física foi concentrada a análise do volume testicular, morfologia e bipartição escrotal. Já na avaliação seminal foram observados os indicadores de turbilhonamento, vigor, concentração, quantidade de espermatozoides viáveis. Foi desenvolvido o dispositivo automatizado que contem uma placa controladora que utiliza uma unidade lógica de processamento com um microcontrolador PIC16F628a e dispositivos de microeletrônica da família TTL. O software foi codificado em linguagem C e gravado no chip microcontrolador. Os parâmetros andrológicos foram os mais adequados para a avaliação da capacidade reprodutiva de caprinos e o período de realização do exame não poderia interferir estatisticamente na avaliação. O dispositivo automatizado permitiu uma compilação adequada dos dados armazenados apesar do pequeno tamanho do banco de armazenamento interno. O tempo de processamento foi adequado com respostas sensíveis ao toque do usuário. Testes demonstraram variação pouco expressiva entre um clock de processamento de 4Mhz e 20Mhz, sendo o de menor ciclo escolhido por demandar menor consumo de energia. Verificou-se que o equipamento automatizado permite uma avaliação adequada dos parâmetros reprodutivos de caprinos em atividades a campo, sobretudo por possibilitar esta analise por meio de um dispositivo computadorizado móvel de pequenas dimensões.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 778.751.253-91 - FRANCISCO DAS CHAGAS ALVES LIMA - UESPI
Interno - 422864 - JOSE ADALMIR TORRES DE SOUZA
Externo ao Programa - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Presidente - 422578 - MARIA ACELINA MARTINS DE CARVALHO
Externo à Instituição - ROMULO RIBEIRO MAGALHÃES DE SOUSA - IFPI
Notícia cadastrada em: 13/02/2015 09:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 02:05