Notícias

Banca de DEFESA: GLEYSON VIEIRA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GLEYSON VIEIRA DOS SANTOS
DATA: 26/02/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do CPCE
TÍTULO:

Modelos com diferentes distribuições para estimação de efeitos genéticos e ambientais de características associadas à resistência a endoparasitas em ovinos de corte.


PALAVRAS-CHAVES:

Inferência Bayesiana, Efeitos ambientais, Ovinos deslanados, Herdabilidade, cadeia de Markov-Monte Carlo, Poisson


PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

 

Objetivou-se com este trabalho comparar diferentes distribuições para características associadas com a resistência genética a endoparasitas utilizando Inferência Bayesiana, bem como avaliar o impacto dos efeitos sistemáticos na estimação dos parâmetros genéticos. As características consideradas nesse estudo foram ovos por grama de fezes (OPG), coloração da mucosa ocular (FAMACHA), escore corporal (EC), peso a idade adulta (PA) e altura da garupa (AG). As distribuições adotadas para OPG foram Normal e Poisson, para FAMACHA adotou-se Poisson e Normal e para as demais características foi adotada distribuição Normal. As caraterísticas foram analisadas através de um Modelo Linear Generalizado Misto em que foi considerado como efeito aleatório o efeito genético aditivo direto e como efeitos sistemáticos os grupos de contemporâneos, ano de coleta, período de coleta, tipo de nascimento e idade do animal no momento da coleta. Para a comparação dos efeitos sistemáticos foram considerados três modelos diferindo na composição desses efeitos. A escolha do melhor modelo bem como da melhor distribuição foi realizada com base no critério de informação da Deviance (DIC). Para a OPG, o ajuste da distribuição de Poisson proporcionou menor valor de DIC, indicando que esta distribuição proporcionou melhor ajuste aos dados. Para FAMACHA a distribuição que melhor se ajustou aos dados foi a Normal, possivelmente devida a distribuição dos dados fenotípicos tenderem a normalidade. O tempo gasto para a convergência das

cadeias de Gibbs foi maior quando considerado a distribuição de Poisson, sugerindo maior complexidade na modelagem. Na comparação dos efeitos sistemáticos adotando a distribuição Poisson, para OPG o modelo III foi o que proporcionou melhor ajuste aos dados, com estimativa de herdabilidade igual a 0,64 para esta característica. As estimativas de herdabilidade considerando a distribuição Normal para os diferentes modelos e características variaram de 0,12 a 0,32. Com relação ao escore corporal as estimativas foram de baixa magnitude. Os modelos que melhor se ajustaram aos dados de OPG, FAMACHA, escore corporal, peso corporal foram, respectivamente, os modelos IV, I, I, IV. A adoção de diferentes distribuições bem como a inclusão de diferentes efeitos sistemáticos no modelo proporcionaram estimativas de parâmetros genéticos divergentes, mas que indicam a possibilidade de ganho genético como resposta à seleção fenotípica para resisitência a verminose.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 423281 - IVETE LOPES DE MENDONCA
Externo ao Programa - 1167774 - JOSE ELIVALTO GUIMARAES CAMPELO
Presidente - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Interno - 1907649 - KATIENE REGIA SILVA SOUSA
Notícia cadastrada em: 19/02/2014 08:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 07/10/2022 15:56