Notícias

Banca de DEFESA: LUCIANO SILVA SENA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCIANO SILVA SENA
DATA: 27/02/2015
HORA: 08:00
LOCAL: Salão Nobre do CPCE/UFPI
TÍTULO:

Estudo genético de tamanho corporal e características de carcaça obtidas por ultrassonografia em ovinos de corte


PALAVRAS-CHAVES:

Avaliação genética, herdabilidade, Longissimus dorsi, modelo animal, morfometria, ovinos de corte, seleção.


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

O objetivo deste estudo foi estimar e comparar as herdabilidades obtidas por meio de analises uni e bicaracterísticas para características de carcaça e tamanho corporal, bem como ordenar os animais de acordo com seus valores genéticos preditos para as características estudadas. As características analisadas foram peso vivo à idade adulta (PA), altura da garupa (AG), circunferência torácica (CT), profundidade torácica (PT), comprimento corporal (CC), área de olho de lombo (AOL), espessura de gordura subcutânea (EGS), espessura do músculo Biceps femoris (EGBF), comprimento máximo do olho de lombo (COL) e profundidade máxima do olho de lombo (POL). Foi utilizado um modelo animal em análises uni e bicaracterística para a estimação e comparação dos componentes de variância e herdabilidades para as características de tamanho corporal e carcaça. Foram preditos os valores genéticos para as características juntamente com a avaliação do ranqueamento dos animais com base nos valores genéticos preditos para PA, CT, PT e AG por meio da Metodologia de Modelos Mistos de Henderson. A mudança na classificação dos animais foi avaliada com base na correlação de Sperman e por meio das alterações de posição quando a seleção foi praticada com 3% dos animais com melhores valores genéticos preditos para a característica na qual se efetuou a seleção. As estimativas de herdabilidades encontradas para as características avaliadas no presente estudo apresentaram valores de baixa a moderada magnitude, com valores semelhantes quando estimadas por análise uni e bicaracterística, o que indica que o modelo unicaracterístico pode ser utilizado, pois requer menos tempo de processamento. Esses resultados evidenciam a existência de variabilidade e a obtenção de ganho genético com a seleção direta para tais características nos rebanhos da raça Santa Inês estudados. As correlações entre os valores genéticos foram em sua maioria de magnitude baixa e negativas, indicando pouca relação genética entre as características avaliadas, o que reflete a necessidade de inclusão de critérios de seleção direto para melhoramento genético da carcaça de ovinos por meio de seleção.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Interno - 1907649 - KATIENE REGIA SILVA SOUSA
Externo ao Programa - 1167774 - JOSE ELIVALTO GUIMARAES CAMPELO
Notícia cadastrada em: 27/02/2015 10:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 07/10/2022 14:58