Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MOARA E SILVA CONCEIÇÃO PINTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MOARA E SILVA CONCEIÇÃO PINTO
DATA: 27/08/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Campus Ministro Reis Velloso - Sala da Pós Graduação
TÍTULO:

Efeitos dos polissacarídeos sulfatados da alga marinha Gracilaria caudata na periodontite experimental por ligadura em ratos.


PALAVRAS-CHAVES:

Gracilaria caudata, periodontite, produtos naturais, alga marinha, ratos.


PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

A Doença Periodontal (DP) afeta milhões de pessoas no mundo, caracterizando-se pela destruição dos tecidos periodontais como ligamento periodontal, cemento radicular e osso alveolar, envolvendo mecanismos imuno-inflamatórios. Foi demonstrado, em estudos anteriores, que a fração dos polissacarídeos sulfatados (PS) da alga marinha Gracilaria caudata possui propriedades anti-inflamatórias bem como ação gastroprotetora, antinociceptiva, inibitória da migração neutrofílica, além de reduzir níveis de citocinas pró-inflamatórias (Fator de Necrose Tumoral TNF e Interleucina IL-1β) e concentrações de Glutationa (GSH) e Malonialdeído (MDA) e Mieloperoxidase (MPO), em diferentes modelos animais. Diante do potencial terapêutico apresentado pelo PS da alga Gracilaria caudata, de maneira inédita, o presente estudo objetivou investigar seus efeitos sobre os tecidos periodontais, utilizando o modelo de periodontite induzida por ligadura em ratos.  Foi investigado o efeito do PS na DP por meio de análises clínicas, estudo morfométrico, micro-tomográfico de peças ósseas adjacentes ao modelo, concentração de MPO, como também efeitos toxicológicos da administração sistêmica do PS, através da contagem total de células. Será realizado, posteriormente, estudo histológico do rim, fígado e baço, bem como análises bioquímicas como dosagem GSH, MDA, uréia, creatinina, ALT (alanina aminotransferase), AST (aspartato aminotransferase). Os resultados preliminares demonstraram que o PS melhorou parâmetros clínicos da DP na gengivite, como Índice de Sangramento Gengival e Índice de Profundidade de Sondagem; porém não alterou significativamente a altura óssea perdida pela DP, nem alterou significativamente o volume ósseo total de peças ósseas adjacentes ao modelo, tais como região parassinfisária e ramo mandibular (anterior e posterior ao modelo, no corpo mandibular), mas de maneira qualitativa, alterou densidade óssea dessas áreas específicas, demonstrando reabsorções ósseas. Quanto a contagem de células total, o PS não alterou significativamente em sangue periférico, mas atuou na redução da MPO.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1750086 - DANIEL FERNANDO PEREIRA VASCONCELOS
Externo ao Programa - 1919589 - FERNANDA MACHADO FONSECA
Interno - 1789383 - JEFFERSON SOARES DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 12/08/2015 15:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 29/09/2022 09:22