Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: YHASMINE DELLES OLIVEIRA GARCIA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: YHASMINE DELLES OLIVEIRA GARCIA
DATA: 15/07/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de aula de Pós- Graduação
TÍTULO:

ASSOCIAÇÃO DE POLIMORFISMOS NOS GENES FTO, GSTM1 E GSTT1 COM A SUSCEPTIBILIDADE AO DIABETES MELLITUS TIPO 2.


PALAVRAS-CHAVES:

Diabetes Mellitus tipo 2. Polimorfismos. Glutationa-S-transferase. Fat Mass Obesity Associated.


PÁGINAS: 41
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

O Diabetes mellitus tipo 2 (DM2) é uma doença complexa caracterizada por hiperglicemia crônica associada às complicações metabólicas decorrentes da adoção de estilos de vida pouco saudáveis, sobretudo a obesidade. A base etiológica do DM2 é determinada pela interação de fatores genéticos e ambientais. Dentre os fatores genéticos, vários polimorfismos de nucleotídeo único em diversos genes são associados por aumentar o risco ou elevar a predisposição para o desenvolvimento do DM2. Nesse contexto, o polimorfismo rs9939609 do gene FTO (fat mass and obesity associated gene) tem sido estudado na etiologia do diabetes mediante a regulação da adiposidade corporal, ou interferindo na expressão de genes relacionados a doença. Outros polimorfismos nos genes das glutationas-s-transferases (GSTM1 e GSTT1), responsáveis pela codificação de enzimas envolvidas na proteção contra o estresse oxidativo, também podem contribuir na susceptibilidade ao DM2, visto que defeitos na defesa antioxidante contra o estresse oxidativo, desempenham um papel importante na etiologia de complicações diabéticas. Este estudo tem como objetivo investigar a associação dos polimorfismos rs9939609 do gene FTO e dos polimorfismos GSTM1*0 e GSTT1*0 nos genes das glutationa-s-transferase com a susceptibilidade ao DM2 e analisar a relação entre a frequência destes polimorfismos com as variáveis clínico-laboratoriais em portadores de diabetes na população piauiense. Será realizado um estudo caso-controle com 400 portadores do DM2, atendidos nos Programas de Saúde da Família (PSF) do município de Parnaíba, Piauí, e 400 controles (sem diagnostico de diabetes). O DNA será obtido a partir de leucócitos de sangue periférico (casos e controles) utilizando-se o kit Wizard® Genomic DNA Purification (Promega USA). A análise do polimorfismo FTO será realizada pela técnica de reação em cadeia da polimerase e subsequente digestão enzimática (PCR-RFLP), e a amplificação das regiões polimórficas dos genes GSTM1*0 e GSTT1*0 será realizada pela técnica de PCR multiplex. Os genótipos serão identificados após corrida eletroforética em gel de poliacrilamida 8% seguido por coloração com nitrato de prata. As frequências alélicas e genotípicas serão comparadas entre diabéticos e controles usando o teste de Qui-Quadrado ou o teste Exato de Fisher. A análise dos dados será realizada utilizando o programa estatístico SPSS com significância estatística estabelecida em p<0,05.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1788515 - CINTIA MARTINS PERINOTTO
Presidente - 1551972 - FRANCE KEIKO NASCIMENTO YOSHIOKA
Interno - 1552610 - RENATA CANALLE
Notícia cadastrada em: 01/07/2016 11:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 29/09/2022 08:52