Últimas Notícias
Banca de QUALIFICAÇÃO: STEFANY GUIMARÃES SOUSA
Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: STEFANY GUIMARÃES SOUSA
DATA: 25/07/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Plataforma Meets
TÍTULO: Possível participação do Receptor Kappa opiode no efeito anti-inflamatório do agonista muscarínico McN-A-343 na colite experimental induzida por ácido acético em camundongos
PALAVRAS-CHAVES: Inflamação. Retocolite ulcerativa. Intestino. Sistema colinérgico. Sistema opiode.
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A retocolite ulcerativa (RCU) é uma doença caracterizada por inflamação da mucosa e submucosa do cólon e do revestimento do reto, causando o desenvolvimento de úlceras; porém continua com a etiologia pouco esclarecida. Tem como características, a produção de mediadores pró-inflamatórios, tais como TNF-α, IL-1β e IL-6 e um elevado infiltrado neutrofílico inflamatório, com aumento da produção de espécies reativas de oxigênio na mucosa do colônica. O sistema colinérgico demonstra atividade anti-inflamatória em modelos experimentais de colite através dos receptores nicotínicos, e de acordo com estudos recentes foi demonstrado o papel antiinflamatório muscarínico com a participação do receptor M1 na anti-inflamação da colite experimental. Nesse sentido, também há estudos mostrando o envolvimento da via opioide em modelos experimentais de colite mostrando que a via tem papel atenuante nessa patologia, através dos receptores µ e κ. A interação dessas vias é pouco explorada, em especial no que compete à fisiopatologia da RCU. Desta forma, o objetivo deste estudo é o de avaliar a ação anti-inflamatória e antioxidante da ativação do receptor M1, pelo agonista muscarínico MCN-A-343 durante a colite experimental induzida por ácido acético em camundongos, observando se durante esta ação há a participação da via opioide através dos receptores kappa. Neste trabalho, utilizou-se camundongos swiss machos (25–30 g), divididos em grupos de 6 animais. Inicialmente, a colite foi induzida por ácido acético a 6% e os camundongos foram tratados com McN-A-343 (agonista muscarínico M1) 1,5 mg/kg por via intraperitoneal (ip.), ou com Mcn-A-434 1,5mg/kg + Nor-binaltormifine (NOR-BNIantagonista receptor к opiode) via ip., ou dexametasona (DEXA; 2,0 mg/kg) subcutânea (s.c.) com 17,5 h após a indução da colite. Após 18 h da indução da colite, os animais foram eutanasiados e fragmentos de 5 cm da parte distal do cólon dos animais foi removida para análise dos escores macroscópicos e microscópicos de lesão, peso úmido tecidual, análise histopatológica e dosagens bioquímicas. Os experimentos foram aprovados pelo Comitê de Ética-UFDPar n°04/21. Nos experimentos in vivo a administração de NOR-BNI juntamente ao tratamento com o McN-A-343 bloqueou significativamente à resposta anti-inflamatória mediada pelo receptor muscarínico M1 durante a colite experimental por ácido acético. Os resultados mostraram que a administração do antagonista kappa juntamente com o MCN-A-343, provocou acentuação do dano histopatológico intestinal, aumento dos escores macroscópicos de lesão colônica, do peso úmido dos tecidos, da atividade da mieloperoxidase (MPO), da concentração de malondialdeído (MDA) e dos níveis de nitrato em comparação aos animais tratados somente com o agonista muscarínico. Os resultados obtidos apontam o envolvimento do receptor kappa opioide no efeito anti-inflamatório colônico mediado pelo agonista muscarínico McN-A-343 na colite experimental, mostrando que a modulação dessas vias bioquímicas pode apresentar um potencial promissor para o desenvolvimento de alternativas terapêuticas de condições inflamatórias intestinais, bem como um melhor entendimento sobre a fisiopatologia da RCU.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1668358 - ANDRE LUIS MENEZES CARVALHO
Externo à Instituição - CARLOS EDUARDO DA SILVA MONTEIRO - UFC
Interno - 1789383 - JEFFERSON SOARES DE OLIVEIRA

Cadastrada em: 29/06/2022
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 07/03/2022 - 08/03/2022 · Matrícula para o período 2022.1.
  • 10/03/2022 · Início do período letivo 2022.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 30/06/2022 07:39