Últimas Notícias
Banca de DEFESA: JENNYANE VASCONCELOS RAMOS DE MOURA RUFINO
Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JENNYANE VASCONCELOS RAMOS DE MOURA RUFINO
DATA: 23/06/2021
HORA: 09:00
LOCAL: on-line
TÍTULO: A Educação Extraescolar do Movimento Escoteiro do Piauí (1930-2020): História e Memória
PALAVRAS-CHAVES: Educação. Movimento Escoteiro. Cultura educacional escoteira. História e Memória
PÁGINAS: 138
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Fundamentos da Educação
ESPECIALIDADE: História da Educação
RESUMO:

RESUMO

Este estudo, intitulado de “A educação extraescolar do movimento escoteiro no Piauí (1930 – 2020): história e memória”, traz no cerne de sua pesquisa a trajetória do escotismo desde sua fundação na Inglaterra em 1908, sua chegada ao Brasil em 1910, e no estado do Piauí em 1930. Procura um aprofundamento teórico- metodológico do objeto de estudo a partir do percurso histórico do Movimento Escoteiro Mundial, no Brasil e no Piauí. Objetiva reconstituir o conhecimento histórico do Movimento Escoteiro do Piauí; identificar aspectos importantes da cultura escoteira, (re) construindo memórias de dirigentes, escotistas, escoteiros e familiares sobre o passado e presente do Movimento; analisar práticas educativas do Movimento Escoteiro no Piauí e suas contribuições para a formação integral dos sujeitos partícipes desse movimento, ao longo de seu percurso histórico. Como orientação metodológica, optou-se pela realização de uma pesquisa historiográfica de natureza qualitativa, tendo em vista dar significado às informações coletadas, por meio de interpretação mais aprofundada da complexidade humana (MINAYO, 2003). Foram escolhidos 8 (oito) Grupos Escoteiros entre os 16 (dezesseis) existentes no Piauí, em um total de 24 interlocutores, sendo 13 (treze) escotistas, 5 (cinco) familiares e 6 (seis) escoteiros. A relevância da pesquisa se evidenciou pela possibilidade de reconstituir o conhecimento histórico e a memória do Escotismo no Piauí, com foco nos processos de organização, estruturação e funcionamento, bem como na importância das práticas educativas utilizadas pelo movimento, para a formação de valores. Entre os teóricos que fundamentam a história do Movimento e Cultura Escoteira conta-se com as contribuições de: Baden-Powell (1993), Boulanger (2000), Nascimento (2008). Fávero e Valla (1977), Gutierrez (2004), Thomé (2006), Catarino, Queiroz e Barbosa-Lima (2017), e outros, que contribuíram para as reflexões sobre educação extraescolar, assim como Souza (2000), Julia (2001), Buffa (2002), Gatti Jr (2002), Faria Filho et al (2004), Ferro (2010) e Magalhães (1998, 2004) que trabalham cultura escolar e instituições educativas. Além desses teóricos, Halbwachs (1990), Burke (1991,1992), Certeau (1994), Le Goff, Chartier e Revel (1998), Thompson (2001), entre outros, contribuíram com os preceitos da
História Cultural.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6422726 - MARIA DO AMPARO BORGES FERRO
Interno - 2175251 - JOSANIA LIMA PORTELA CARVALHEDO
Interno - 1221347 - EDNARDO MONTEIRO GONZAGA DO MONTI
Externo à Instituição - SONIA MARIA DOS SANTOS - UFU
Externo à Instituição - JORGE CARVALHO DO NASCIMENTO - UFS

Cadastrada em: 21/06/2021
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 10/03/2021 - 17/03/2021 · Matrícula para o período 2021.1.
  • 15/03/2021 · Início do período letivo 2021.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 21/06/2021 17:33