Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: TALLES ANDRÉ FEITOSA DE CARVALHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TALLES ANDRÉ FEITOSA DE CARVALHO
DATA: 10/01/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório da Química
TÍTULO: Refinamento Rietveld, mecanismo de crescimento e propriedades ópticas da lindgrenita obtidas a partir do método de coprecipitação e coprecipitação assistida por tratamento sonoquímico
PALAVRAS-CHAVES: lindgrenite, coprecipitação, sonoquímica
PÁGINAS: 34
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica
ESPECIALIDADE: Foto-Química Inorgânica
RESUMO:

A lindgrenite é um mineral de fórmula Cu3(MoO4)2(OH)2 originalmente encontrado em Chuquicamata, Chile. Os minerais que contêm ânions molibdato em sua estrutura apresentam valor comercial devido à sua utilização como catalisadores e muitos deles apresentam uma estrutura em camadas, fato que lhes confere uma alta atividade superficial. Para o obtenção desse composto foram utilizados os métodos de coprecipitação e sonoquímico variando-se o pH da solução de molibdato de sódio em 4, 8 e 11 e mantendo o pH da solução de nitrato de cobre fixo em 4. Os tempos de irradiação ultrassônica foram de 10, 20 e 30min aplicados no início do processo de precipitação. Quando o pH da solução de NaMoO4 foi igual a 4, não ocorreu a formação do precipitado. Os difratogramas não apresentaram picos de difração correspondentes a outras fases. O mecanismo proposto a partir das imagens obtidas por MEV sugere que as microesferas irregulares observadas são formadas a partir de uma estrutura com dois lobos constituída por microagulhas que se aglomeram em um centro comum. Morfologias bastante semelhantes foram obtidas para os tempos de irradiação ultrassônica de 10 e 20min nas condições (4-8) e (4-11). A análise termogravimétrica evidenciou que as amostras são termicamente estáveis até cerca de 300 °C. Os espectros Raman e IV estão de acordo com os dados disponíveis na literatura. Os valores calculados para a Egap estão na faixa de 2,3 – 2,5. A exceção do tempo de irradiação ultrassônica de 20min, todas as amostras obtidas nas condições (4-11) apresentaram maior intensidade fotoluminescente. Acreditamos que essa é a primeira vez que a influência do tempo de irradiação ultrassônica na morfologia da lindgrenite é estudada


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1714193 - JOSE MILTON ELIAS DE MATOS
Interno - 756.483.183-91 - GERALDO EDUARDO DA LUZ JUNIOR - UESPI
Interno - 1714171 - JANILDO LOPES MAGALHAES
Interno - 2406262 - ROBERTO ALVES DE SOUSA LUZ
Notícia cadastrada em: 16/03/2018 10:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 25/02/2024 03:24