Notícias

Banca de DEFESA: LUIS FERNANDO GUIMARÃES NOLÊTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUIS FERNANDO GUIMARÃES NOLÊTO
DATA: 26/08/2022
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do PPGQ - UFPI (virtual)
TÍTULO: Influência do tratamento térmico nas propriedades estruturais, ópticas e fotocatalíticas dos cristais de Ag3PO4 na degradação do 17α-etinilestradiol
PALAVRAS-CHAVES: remediação ambiental, tratamento térmico, 17α-etinilestradiol, WLEDs.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Cinética Química e Catálise
RESUMO:

Neste trabalho, cristais de fosfato de prata (Ag3PO4 ) foram sintetizados pelo método de
precipitação à temperatura ambiente, seguidos de tratamento térmico à 100, 200, 300,
400 e 500 ºC por 6 h. A influência do tratamento térmico nas propriedades estruturais,
morfológicas, ópticas e colorimétricas foi investigada por diferentes técnicas de
caracterização. Os padrões de difração de raios-X e os dados de refinamento de Rietveld
indicaram que os cristais de Ag3PO4 apresentam uma estrutura cúbica de corpo centrado
(CCC) com grupo espacial (). Já os espectros Raman e de infravermelho com
transformada de Fourier (FTIR) exibiram um total de 16 modos vibracionais, sendo
nove ativos no Raman (A 1 , F 2 e E) e sete ativos no infravermelho. Além disso, estes
resultados confirmaram que o tratamento térmico promoveu uma redução na ordenação
estrutural de curto alcance. A análise termogravimétrica (TGA) apontou para a
formação de prata metálica e óxido de prata. Enquanto as imagens de microscopia
eletrônica de varredura por emissão de campo revelaram que o tratamento térmico à 100
e 200 ºC promoveu uma maior definição na morfologia das partículas, ao contrário do
tratamento à 300, 400 e 500 ºC que favoreceu a formação de grandes estruturas
amorfizadas. A espectroscopia de UV-vis revelou que todos os cristais de Ag3PO4
absorvem luz na região do visível, com valores de energia de banda proibida (indiretos)
variando de 2,33 a 2,41 eV. Ademais, notou-se que as colorações dos cristais sofreram
variações, saindo de tons de verde-limão para tons de amarelo-ouro. Finalmente, notou-
se que o tratamento térmico promoveu mudanças significativas nas propriedades
fotocatalíticas dos cristais. Com base nos ensaios de fotocatalíticos do hormônio 17α-
etinilestradiol sob irradiação de luz visível baseada em WLEDs, as amostras tratadas à
200 e 500 °C exibiram os melhores desempenhos com taxas de fotodegradação de 92,4
e 92,5%, respectivamente, durante 280 min de teste. Este resultado, associado as
caracterizações, sugerem que o tratamento térmico é uma alternativa viável para
promoção de mudanças em quase todas as propriedades do Ag3PO4 .


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FRANCISCO XAVIER NOBRE - IFAM
Presidente - 756.483.183-91 - GERALDO EDUARDO DA LUZ JUNIOR - UESPI
Externo ao Programa - 840.043.633-49 - LAÉCIO SANTOS CAVALCANTE - UESPI
Interno - 794.918.553-87 - REGINALDO DA SILVA SANTOS - UESPI
Notícia cadastrada em: 19/08/2022 09:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 25/02/2024 02:15