Notícias

Banca de DEFESA: CINTHYA VALERIA NUNES MOTTA KOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CINTHYA VALERIA NUNES MOTTA KOS
DATA: 19/06/2015
HORA: 08:00
LOCAL: CCHL
TÍTULO:

ETNIA, FLUXOS E FRONTEIRAS, PROCESSO DE EMERGÊNCIA ÉTNICA DOS CARIRI NO PIAUÍ


PALAVRAS-CHAVES:

índios no Piauí, emergência étnica, relações interétnicas, processos identitários.


PÁGINAS: 153
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Antropologia
RESUMO:

A presença indígena no Piauí foi invisibilizada por um longo tempo período pelos meios de produção de conhecimento local, onde se dá grande peso à produção historiográfica. O estado foi um dos últimos do Brasil a reconhecer e admitir a existência de uma história indígena e a considerar o ressurgimento de um cultura aotóctone. A resistência a este reconhecimento se baseia na ideia de extermínio total desses grupos, replicada nos registros oficiais. Os grupos que tem reivindicado recentemente o reconhecimento enquanto grupos indígenas passam por diferentes tipos de desconfiança, pelos diferentes setores da sociedade piauiense, que suspeitam, na maioria dos casos, de uma "repentina" autodeclaração, baseada em critérios que consideram "fictícios" visto não apresentarem, os indivíduos e grupos reivindicantes, uma distintividade cultural e fenótipa que os caracterizem como indígenas, baseadas numa representação da idealização do protótipo vinculado a etnia Cariri, demanda reconhecimento pelos órgãos competentes. A localização geográfica em que esse grupo se encontra denuncia tal vinculação - em uma região fronteiriça entre os estados do Piauí, Pernambuco e da Bahia, área de ocorrência desse grupo. No mesmo local há também outros grupos étnicos como; grupos quilombolas que detêm um amplo reconhecimento nos movimentos sociais por sua organização política. Também encontramos, nesta região de fronteiras, um grande fluxo de ciganos e grupos de brancos que se casam entre si e são denominados de "coelhos". Este trabalho tem como objetivo investigar as condições locais que favorecem esta ocorrência de "etnogênese", analisando o papel das relações intersocietárias (com grupos quilombolas) na formação de uma identidade étnica, considerando a peculiaridade do espaço geográfico onde estas se desenrolam e os limites físicos e simbólicos (fronteiras físicas e étnicas) no qual estão inseridos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1726142 - MAY WADDINGTON TELLES RIBEIRO
Interno - 1759443 - CARMEN LUCIA SILVA LIMA
Externo ao Programa - 1535017 - JOINA FREITAS BORGES
Externo à Instituição - JOÃO PACHECO DE OLIVEIRA - UNIRIO
Notícia cadastrada em: 17/06/2015 17:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 27/11/2022 06:08