• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:30. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de DEFESA: POLIANA MARQUES MATON

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: POLIANA MARQUES MATON
DATA: 28/10/2015
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 351 CCHL
TÍTULO:

"CAPOEIRA DE QUILOMBO": gingando corpos e tradição cultural


PALAVRAS-CHAVES:

“Capoeira de Quilombo”. Território. Identidade étnica. Corpo


PÁGINAS: 88
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Antropologia
RESUMO:

Uma territorialidade quilombola não é um lugar de refugiados ou remanescentes, mas sim um lugar onde as relações sociais acionam identidades étnicas. Nessa dissertação é abordada parte dos acontecimentos daComunidade Olho D’água dos Negros, considerando a constituição da territorialidade quilombola, a inserção da “Capoeira de Quilombo” enquanto marcador de identidades étnicas e como prática cultural e política dacomunidade. Valorizando os significados atribuídos à prática da capoeira pelos praticantes e moradores dacomunidade, demonstro os caminhos trilhados para a constituição do território da comunidade, para o processo de titulação da terra e o fortalecimento das identidades étnicas do grupo. A proposta central é entender como a “Capoeira de Quilombo” se relaciona com as pessoas da Comunidade Olho D’água dos Negros e como os ensinamentos da capoeira atravessam a noção de corpo a partir da prática da “Capoeira de Quilombo”.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 422711 - MARIA LIDIA MEDEIROS DE NORONHA PESSOA
Interno - 1759443 - CARMEN LUCIA SILVA LIMA
Interno - 2129289 - MARCIA LEILA DE CASTRO PEREIRA
Externo à Instituição - ROSA ELIZABETH ACEVEDO MARIN - UFPA
Notícia cadastrada em: 22/10/2015 08:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 30/11/2022 13:37