Notícias

Banca de DEFESA: FRANCISCA ALVES AVELINO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCA ALVES AVELINO
DATA: 14/09/2020
HORA: 09:00
LOCAL: -
TÍTULO: ESCOLA: ESPELHO DAS DIFERENÇAS, CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES
PALAVRAS-CHAVES: Diversidade; Relações étnico-raciais; Antropologia da Educação.
PÁGINAS: 144
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Antropologia
RESUMO:

Esta pesquisa aborda a relação educação escolar em articulação com a diversidade étnico-racial, religiosa e de gênero, na perspectiva antropológica. Tem como objetivo geral analisar a relação que a educação escolar estabelece com a diversidade étnico-racial, religiosa e de gênero em duas unidades escolares de ensino fundamental. Delineia os seguintes objetivos específicos: identificar as múltiplas identidades étnico-raciais, religiosas e de gênero presentes no cenário escolar da pesquisa; caracterizar marcadores de relação de poder nas práticas escolares; verificar se as práticas pedagógicas desenvolvidas contribuem para o reconhecimento de identidades dos(as) alunos(as) das escolas pesquisadas. Assume como anteparo teórico de base as temáticas: educação, antropologia e diversidade. Fundamenta-se teoricamente nas ideias de Gomes (1996), Gusmão (2011), Brandão (1986), Hall (2015), Oliveira e Lage (2016) e outros. Norteia-se pela teoria antropológica e pelos princípios da etnografia com Clifford (2003); Geertz (1998; 2001); Peirano (2014) e outros. Adota para seu desenvolvimento metodológico o estudo etnográfico, seguindo os princípios e orientações da Antropologia. Emprega os seguintes procedimentos de produção de dados: levantamento bibliográfico; observação e notas de campo; entrevista semiestruturada; grupo focal. Envolve como sujeitos de pesquisa, 10 alunas de duas escolas municipais loci de pesquisa e 6 professores das citadas escolas. Sua relevância, sobremaneira, se expressa na contribuição dos sinais de avanço em relação aos estudos que se desafiam pelos caminhos da Antropologia da Educação, colocando em realce a etnografia. Reafirma, ao lado de outros tantos resultados importantes, sobre a necessidade de que a escola reveja seu compromisso com pesquisas e com práticas pedagógicas que dêem visibilidade e concretude a estudos e atividades que identifiquem e valorizem as mencionadas diferenças socioculturais presentes no cenário escolar.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1759443 - CARMEN LUCIA SILVA LIMA
Interno - 1519136 - RAIMUNDO NONATO FERREIRA DO NASCIMENTO
Interno - 1535017 - JOINA FREITAS BORGES
Externo à Instituição - ARYDIMAR VASCONCELOS GAIOSO - UEMA
Notícia cadastrada em: 14/09/2020 08:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 27/11/2022 04:52