Notícias

Banca de DEFESA: AMANDA MOREIRA FONTENELE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AMANDA MOREIRA FONTENELE
DATA: 24/05/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 752 - Sala da Pós-Graduação em Ciências Biomédicas
TÍTULO: COMPOSTO LASSBIO-294, DERIVADO DO N-ACIL-HIDRAZONA, COM ATIVIDADE ANTIOXIDANTE E ANTI-INFLAMATÓRIA NA COLITE ULCERATIVA INDUZIDA POR ÁCIDO ACÉTICO
PALAVRAS-CHAVES: Colite ulcerativa; derivados de N-acil-hidrazona; estresse oxidativo; anti-inflamatório
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

As doenças inflamatórias intestinais (DII) referem-se a uma condição inflamatória crônica que atinge o trato gastrointestinal, são divididas em colite ulcerativa e doença de Crohn, que são doenças crônicas sem etiologia determinada e atualmente ainda não se tem um tratamento eficaz. Como o composto LASSBio-294 vem demostrando efeitos anti-inflamatório, gerando vasodilatação, analgesia e inibição da dor, esse trabalho teve como objetivo estudar os efeitos desse composto em um modelo experimental de colite ulcerativa induzida por ácido acético em camundongos. Neste trabalho, foram utilizados camundongos swiss machos (25–30g), divididos em grupos de 7 animais. Inicialmente foi realizada a indução da colite por ácido acético a 6% e os camundongos foram tratados por via intraperitoneal com LASSBio-294 (0,2; 0,5; 1 mg/kg, i.p); ou dexametasona (2 mg/kg, s.c.) com 17:30 h após a indução da colite. Após 18 h da indução da colite os animais foram eutanásiados e tiveram uma amostra de 5 cm do cólon retirada para avaliação dos escores macroscópicos, peso úmido, atividade da mieloperoxidase, níveis colônico malondialdeído, de glutationa, citocinas pró-inflamatórias e dosagem da expressão da iNOS. Com os resultados, observou-se que com os tratamentos com LASSBio-294 houveram reduções dos escores macroscópicos e diminuição do peso úmido, sendo a dose do LASSBio-294 de 1 mg/kg a que apresentou melhores resultados, sem diferença significativa em relação ao tratamento padrão com dexametasona a 2 mg/kg. Essa foi a dose de escolha para os demais ensaios. Onde observamos que o tratamento com o LASSBio-294 também foi capaz de diminuir as concentrações de mieloperoxidase, malondialdeído, foi capaz de restaurar os níveis colônicos de glutationa, juntamente com a diminuíção das citocina pró-inflamatória IL-1β e TNFα, além de reduzir a expressão da iNOS, quando comparado esse grupo ao que recebeu ácido acético por via retal. A partir desse resultado prévio, pode-se inferir que o LASSBio-294 diminuiu a resposta inflamatória no modelo de colite induzida experimentalmente por ácido acético, podendo representar uma alternativa terapêutica promissora para pacientes com colite ulcerativa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1690196 - ANDRE LUIZ DOS REIS BARBOSA
Interno - 1900252 - BALDOMERO ANTONIO KATO DA SILVA
Interno - 1750086 - DANIEL FERNANDO PEREIRA VASCONCELOS
Notícia cadastrada em: 13/05/2019 16:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 26/11/2022 05:37