Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LETÍCIA DE SOUSA CHAVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LETÍCIA DE SOUSA CHAVES
DATA: 27/03/2024
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório Leste da UFDPar
TÍTULO: Isolamento e caracterização de porções isoladas da goma do cajueiro (Anacardium occidentale): estudo do efeito antidiarreico e modulatório do microbioma intestinal
PALAVRAS-CHAVES: Diarreia. Goma do cajueiro. Oligossacarídeos. Prébiotico.
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A diarreia é uma condição gastrointestinal comum que afeta pessoas em todo o
mundo, apresentando diversas causas e manifestações clínicas. O objetivo desse trabalho é
abordar em forma de capítulos as análises realizadas por docagem molecular, predição e
ensaio in vitro de glico-porções da goma do cajueiro (GC), assim como a produção e
caracterização de oligossacarídeos (OLGs) obtidos da GC e sua atividade prébiotica na
modulação do microbioma intestinal em modelo de infecção por E. coli produtora de
toxina Shiga. A pesquisa investigou as interações entre monossacarídeos e dissacarídeos
derivados da GC com alvos específicos envolvidos na fisiopatologia da cólera. Os
resultados do estudo in sílico utilizando porções da CG demonstraram energias de ligação
relevantes nos alvos analisados presente na fisiopatologia da cólera e ensaio in vitro
realizado com monossacarídeos presentes nesse biopolímero, revelaram interações
promissoras com componentes da toxina colérica e o receptor GM1, sugerindo seu
potencial para inibição da atividade da toxina e interferência na ligação de seu alvo
celular. Além disso, observou-se uma interação com o canal CFTR, o que pode predizer
um papel na redução da secreção de fluidos intestinais em quadros de diarreia secretória.
As previsões farmacocinéticas e toxicológicas apontam para a segurança e eficácia desses
compostos, destacando seu potencial em aplicações biotecnológicas. Sobre a
caracterização, nossos resultados prévios demonstram eficácia na quebra dessa
macromolécula e início do processo de elucidação das propriedades desses novos
compostos, para assim investigar seu potencial para diversas aplicações biológicas. Nossos
achados iniciais sobre avaliação do efeito de GC e OLGs no microbioma intestinal
saudável e infectado pela bactéria E. coli promoveu significativamente a abundância de
dos filos Firmicutes e Bacterioidota, e de acordo com a classe, ordem e família pode-se
inferir a relação desses polímeros na produção de SCFA no intestino. Em conclusão
prévia, nossa pesquisa fornece insights no desenvolvimento de novas estratégias
terapêuticas com o uso de carboidratos derivados da GC na prevenção e tratamento de
doenças gastrointestinais, como a diarreia. A caracterização desses polissacarídeos leva a
compreensão de suas propriedades estruturais e funcionais para garantir a qualidade,
segurança e eficácia desses materiais em suas diversas aplicações. No entanto, ainda se faz
necessário novos experimentos para tornar esse estudo mais robusto para contribuir nos
avanços científicos e tecnológicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1680593 - JAND VENES ROLIM MEDEIROS
Interno - 995.992.603-68 - ALYNE RODRIGUES DE ARAUJO - UFPI
Interno - 1718303 - DURCILENE ALVES DA SILVA
Interno - 025.525.613-22 - JEFFERSON ALMEIDA ROCHA - UFMA
Notícia cadastrada em: 04/03/2024 15:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 18/07/2024 08:52