Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DENISE MARIA NUNES LOPES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DENISE MARIA NUNES LOPES
DATA: 20/08/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Via Remota
TÍTULO: ASSOCIAÇÃO ENTRE FATORES DE ESTILO DE VIDA E NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA DE ADOLESCENTES, ADULTOS E IDOSOS: UM ESTUDO POPULACIONAL
PALAVRAS-CHAVES: Atividade física; consumo alimentar; estilo de vida; estudo populacional
PÁGINAS: 97
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
RESUMO:
LOPES, D.M.N. Associação entre fatores de estilo de vida e nível
de atividade física de adolescentes, adultos e idosos: um estudo
populacional, 2020. Dissertação – Mestrado em Alimentos e
Nutrição; Universidade Federal do Piauí, Teresina-PI.
Introdução: A prática insuficiente de atividade física é considerada a
quarta principal causa de morte em todo o mundo, representando 9%
da mortalidade prematura global. Desta forma, o objetivo do presente
estudo foi determinar o nível de prática de atividade física e seus
fatores associados nas populações das cidades de Teresina e Picos (PI).
Metodologia: Estudo de natureza transversal, de base populacional e
domiciliar realizado com adolescentes, adultos e idosos das cidades de
Teresina e Picos (PI). A amostragem foi realizada por conglomerados,
em dois estágios: setores censitários e domicílios. Foram coletados
dados sociodemográficos, antropométricos, de estilo de vida e de
consumo alimentar por meio de questionários, utilizando-se do
aplicativo Epicollect 5®. O nível de atividade física foi mensurado por
meio do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) versão
longa (para adolescentes e adultos) e curta (para os idosos) e
classificado de acordo com as recomendações da Organização
Mundial da Saúde. As análises foram realizadas por meio do
programa Stata versão 14.0. Realizou-se regressão de Poisson bruta e
ajustada para sexo, com variância robusta, com nível de significância
de 5% e intervalo de confiança de 95%. Resultados: A prevalência de
prática suficiente de atividade física foi de 66,9%, 91,7% e 52,0%
para adolescentes, adultos e idosos, respectivamente. Observou-se
associação significativa entre prática de atividade física adequada e
indivíduos que possuíam Ensino Superior/Pós-graduação (88,8%),
indivíduos casados ou em união estável (68,4%), que consumiam
bebidas alcóolicas (89,1%) e com excesso de peso (83,6%). Quanto ao
sedentarismo, indivíduos adolescentes (68%), do sexo masculino
(57,4%), que estudaram até o Ensino Superior ou pós-graduados
(63,7%), solteiros (63,9%), não fumantes (52,5%), que consumiam
feijão em menor frequência (56,5%), bebiam refrigerante em excesso 
(68%), eram magros (68,6%) e com medidas de circunferência da
cintura adequadas (58,4%) foram mais sedentários. Os adolescentes
foram mais ativos durante o transporte (37,3%) e os adultos em casa
(39,4%). Adolescentes e adultos realizaram mais atividades
moderadas, enquanto os idosos mais atividades leves. Entretanto, os
adolescentes despenderam significativamente mais tempo sentados
durante a semana e no final de semana, com mediana de 300 minutos
(180-480). Quanto aos fatores associados, observou-se associação
significativa e positiva entre a prática de atividade física e o sexo
masculino (RP: 1,24; IC: 1,07-1,43), em indivíduos negros (RP:1,40;
IC:1,09-1,80) e com Ensino Superior/Pós-graduação (RP:1,26;IC:
1,00-1,60), em adolescentes. Por outro lado, adolescentes eutróficos
praticavam menos atividade física comparados àqueles com excesso
de peso (RP: 0,86; IC: 0,72-1,02). Em adultos, indivíduos de pele
amarela, indígena ou outras (RP:1,07; IC:1,01-1,13) e divorciados ou
viúvos (RP:1,05;1,01-1,10) foram mais ativos. O consumo de bebidas
alcóolicas associou-se positivamente à prática de atividade física em
todas as faixas etárias. Adolescentes e adultos que consumiam
adequadamente hortaliças também foram mais ativos. Os idosos que
apresentavam circunferência da cintura (CC) normal foram mais
ativos quando do comparados aos de CC elevada (RP:1,41;
IC:1,12-1,77). Conclusão: Observou-se maior prevalência de prática
de atividade física adequada em adolescentes e adultos e, por outro
lado, maior prevalência de inatividade física em idosos.

MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEXANDRE SÉRGIO SILVA - UFPB
Interno - 2950101 - FRANCISCO LEONARDO TORRES LEAL
Presidente - 1642393 - KAROLINE DE MACEDO GONCALVES FROTA
Interno - 3342770 - MARCOS ANTONIO PEREIRA DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 20/08/2020 11:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 24/09/2022 13:36