Notícias

Banca de DEFESA: LEÔNIDAS DA SILVA ELVA DE SÁ

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEÔNIDAS DA SILVA ELVA DE SÁ
DATA: 10/04/2019
HORA: 16:00
LOCAL: Sala de Vídeo 2, do Centro de Ciências Humanas e Letras, campus Min. Petrônio Portella, Teresina-PI
TÍTULO: EDUCAR EM DIREITOS HUMANOS: UMA PERSPECTIVA PARA O ENSINO DE FILOSOFIA EM SALA DE AULA
PALAVRAS-CHAVES: Ensino; Filosofia; Direitos humanos; Educação em direitos humanos.
PÁGINAS: 144
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Filosofia
RESUMO:

Os direitos são conquistas e acontecem com a participação e luta das pessoas ao longo da história. Em um momento da história conquistaram direitos civis e políticos e em outros, direitos econômicos, sociais, culturais, ambientais e sexuais. Este trabalho de intervenção filosófica propõe-se desenvolver a temática, Educar em direitos humanos: uma perspectiva para o ensino de filosofia em sala de aula que tem como objetivo implementar em sala de aula a educação em direitos humanos a partir de uma visão não hegemônica, que leve em consideração as diversidades culturais na qual os estudantes estão inseridos, contribuindo para uma perspectiva do ensino de filosofia levar a um pensar e um experimentar para a possiblidade de um concepção emancipatória dos direitos humanos no seio da sala de aula. A sala de aula é um espaço fecundo para trabalhar esta proposta. Acredita-se que é necessária uma educação em direitos humanos a partir das diferenças porque a afirmação da igualdade de todos os humanos não significa igualdade física nem intelectual ou psicológica. Cada pessoa tem uma individualidade, sua personalidade, seu modo próprio de ver e de sentir as coisas. O trabalho é uma é uma intervenção filosófica que é entendida como uma práxis, que cria um vínculo que leva a um movimento teórico-prático que produz de forma reciprocamente uma transformação no mundo e no agente de transformação. O trabalho parte da fundamentação teórica os pensadores Boaventura Sousa Santos, que vai discutir a questão da visão hegemônica dos direitos humanos, que produz a ordem social capitalista, e propõe a construção de uma perspectiva contra hegemônica dos direitos humanos que leva a construção de uma sociedade pautada na dignidade humana. Hanna Arentd, leva a uma discussão para uma perspectiva de reconstrução dos direitos humanos a partir da crítica que ela faz aos direitos humanos levando em consideração o princípio de o direito a ter direitos. Gilles Deleuze e Félix Guattari, a partir de seus pensamentos, faz-se um deslocamento dos seus conceitos para a educação permitindo pensar a construção do conhecimento para ação a partir da multiplicidade da sala de aula.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 422692 - GILDASIO GUEDES FERNANDES
Interno - 1167735 - ELNORA MARIA GONDIM MACHADO LIMA
Externo ao Programa - 1714610 - MARIA DO SOCORRO BORGES DA SILVA
Notícia cadastrada em: 04/04/2019 18:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 29/09/2022 01:11