CT - ENGENHARIA CARTOGRÁFICA E DE AGRIMENSURA - Presencial - Teresina

 

Curso  Nível  Graduação

CENTRO DE TECNOLOGIA - CT

Notícias

Convite: Defesa de TCC 2020.2


ALUNOS: Danielle Sousa Ribeiro, Jonas Ferreira Rocha
ORIENTAÇÃO: Professora Esp. Daniella Rodrigues Tavares
BANCA: Professor Dr. Péricles Luiz Picanço Júnior (UFPI), Professora Ma. Elayne de Silva Figueredo (UFPI).
DATA: 06/07/2021 às 10h
LOCAL: Google Meet, https://meet.google.com/oxp-jhdr-tmz
TÍTULO: O Processo de Regularização Fundiária no Estado do Piauí: Uma Análise no Assentamento Corte do Meio no Município de Altos.
RESUMO:
A regularização fundiária é um processo que envolve medidas jurídicas, ambientais, sociais e registrais com a finalidade de integrar legalmente os imóveis urbanos e rurais. Tal ação é de fundamental importância, pois áreas ou assentamentos irregulares se caracterizam pela precariedade de serviços públicos essenciais, pela presença de população com menor rendimento e nível de instrução, ocorrendo de forma desordenada e densa, em terrenos de propriedade alheia ou localizados em áreas de proteção ambiental, tais como nas margens de rios, estuários, encostas e topos de morro. A ilegalidade da ocupação dessas áreas atrelada à ausência da regularização fundiária ou a não existência de documentos comprobatórios de suas propriedades, acabam dificultando o acesso a financiamentos, aquisição de maquinários, implementos agrícolas e seguro rural, além de contribuir com desarranjo ambiental, já que se torna quase impossível a fiscalização e a determinação de uma área ambiental sem que haja um imóvel consolidado. Por consequência, os problemas advindos desses impasses geram impactos sociais, econômicos, imobiliários e ecossistêmicos. Através de análises bibliográficas, dados cartográficos e dados coletados juntos ao Instituto de Terras do Piauí (INTERPI), autarquia responsável pelo processo de regularização das terras públicas pertencentes ao estado do Piauí, este trabalho objetiva mostrar os trâmites processuais necessários para a conclusão da regularização fundiária, bem como a sua importância, tomando como exemplo o processo ocorrido em um assentamento rural denominado Corte do Meio localizado no município de Altos, estado do Piauí. O referente estudo traz resultados de impactos positivos já que famílias em situação de vulnerabilidade social tiveram acesso
à moradia e segurança jurídica da posse, atuando, portanto, para a promoção da cidadania e da justiça social no âmbito do município.
Palavras-chave: Regularização fundiária. Assentamento. INTERPI. Acesso à moradia

---------------------------

ALUNO: Bruno Pereira Correia
ORIENTAÇÃO: Professora Esp. Daniella Rodrigues Tavares
BANCA: Professor Dr. Péricles Luiz Picanço Júnior, Esp. Larisse Pinheiro Fontinele (Sem Instituição)
DATA: 06/07/2021 às 14h
LOCAL: Google Meet, https://meet.google.com/gbq-joez-cye
TÍTULO: Desenvolvimento de um SIG com os Dados do Mercado Imobiliário para Auxiliar a Avaliação de Imóveis: Estudo de Caso na Zona Leste do Município de Teresina-PI
RESUMO:
A avaliação de imóveis é um serviço essencial para a tomada de decisões importantes, por isso devem ser realizadas de forma correta, seguindo as diretrizes da NBR 14.653. Uma das etapas deste serviço é a coleta dos dados do mercado imobiliário, cujas informações são primordiais para que seja determinado o valor do imóvel avaliando. Assim, é fundamental que os dados coletados sejam confiáveis e condizentes com a realidade para garantir bons resultados. No entanto, esta é a etapa mais onerosa, uma vez que as fontes dos dados não disponibilizam publicamente todas as informações necessárias, cabendo ao avaliador a busca incessante na finalidade de obter amostras de referência suficientes. Deste modo, o objetivo do presente trabalho foi criar um Sistema de Informação Geográfica (SIG) com dados do mercado imobiliário do tipo casa e terreno, no qual estes foram coletados de diferentes fontes e inseridos no SIG de forma completa e padronizada. Para isso, foi realizado um levantamento na Zona Leste do município de Teresina-PI, que é a região da cidade que apresenta este setor mais aquecido. A base cartográfica do sistema foi composta por uma camada vetorial, que apresenta os limites dos bairros e das zonas da cidade, e uma raster com imagens do Google Satellite obtidas pelo complemento QuickMapServices. Para manipular os dados e desenvolver o SIG, foi utilizado o software QGIS 3.4.7, onde foram criadas duas camadas vetoriais para representar cada tipo de imóvel no formato shapefile. Pensando em outras formas mais acessíveis, as camadas foram salvas no formato .KML para ser aberto no software Google Earth, bem como foi utilizado o complemento QGIS Cloud, gerando um link para publicar os mesmos dados na internet. Pode-se concluir que o SIG é uma ótima ferramenta para armazenar as amostras de dados do mercado imobiliário e disponibilizá-los
aos avaliadores de maneira mais ordenada, tendo como principal benefício a redução do tempo gasto por eles para compor as amostras de referências de suas avaliações.
Palavras-chave: Avaliação de imóveis. Mercado Imobiliário. Sistema de Informação Geográfica. Banco de Dados.

---------------------------

ALUNOS: Eduardo Rodrigues Luna
ORIENTAÇÃO: Professora Doutora Dinameres Aparecida Antunes
BANCA: Professora Doutora Elisana Milan (sem instituição)
Professora Doutora Wilza Gomes Reis Lopes (UFPI)
DATA: 06/07/2021 às 14h
LOCAL: Google Meeting (Link da videochamada: https://meet.google.com/yuu-edysubc
TÍTULO: Análise de áreas verdes no bairro Itararé, Teresina, Piauí
RESUMO:
O crescimento populacional desordenado faz com que a ausência de áreas verdes cresça
consideravelmente no meio urbano provocando inúmeras consequências negativas para a
população, pois a presença dessas áreas proporciona melhor qualidade de vida para seus
moradores. Para monitorar essas áreas e como ordenar melhor esses espaços, são
utilizadas diversas estratégias a fim de auxiliar a tomada de decisões no planejamento do
espaço urbano. A cidade Teresina cujo o desenvolvimento inicial foi pensado para que
seu crescimento se desse de forma ordenada sofre com a problemática oriunda do
desordenamento territorial em diversos bairros, um deles o Itararé. O objetivo desse
trabalho foi elaborar uma análise das áreas verdes no bairro Itararé, localizado na zona
sudeste de Teresina, Piauí, utilizando geoprocessamento. Foram quantificadas as áreas,
calculados o Índice de Área Verde (IAV) e relacionado ao NDVI (Índice de Vegetação
pela Diferença Normalizada). O bairro obteve IAV de aproximadamente 1,92
m²/habitante considerando a divisão de áreas verdes pelo número de habitantes, segundo
dados do IBGE (2010). Além disso, observou-se uma área verde potencial pouco
aproveitada que ocupa aproximadamente 2,5% da área do bairro que pode aumentar esse
índice trazendo melhoria à qualidade de vida para os moradores da região. O índice
obtido revelou que são muito baixos se comparados com os referenciais estabelecidos
pela OMS de 12 m²/hab e pela SBAU de 15m²/hab. Com isso é possível perceber que o
bairro Itararé necessita atenção especial na utilização e ocupação do seu espaço,
recomendando intensificação de medidas de planejamento ambiental urbano visando
melhor aproveitamento de suas áreas com adensamento de áreas verdes para obter uma
melhor qualidade ambiental.
PALAVRAS-CHAVES: Qualidade ambiental; Índice de Áreas Verdes (IAV); Índice de
Vegetação pela Diferença Normalizada (NDVI).

---------------------------

 

ALUNOS: Lara Rafaelle Almeida Pinho
ORIENTAÇÃO: Professora Doutora Dinameres Aparecida Antunes
BANCA: Professor Doutor Péricles Luiz Picanço Jnior (UFPI)
Professor Mestre Lineardo Ferreira Sampaio de Melo (UFPI)
DATA: 07/07/2021 às 10h
LOCAL: Google Meeting (Link da videochamada https://meet.google.com/mwp-nspwvac
Ou disque: (US) +1 662-685-2091 PIN: 294 655 213#)
TÍTULO: Avaliação da distribuição espacial das escolas públicas do ensino
municipal na área urbana de Teresina, Piauí, Brasil
RESUMO:
O crescimento urbano desordenado das cidades brasileiras resulta em problemas de
ordem social, o município de Teresina-PI não foge a essa realidade. A falta de
planejamento da expansão urbana ocasiona um aumento nos deslocamentos da população
estudantil aos equipamentos públicos de ensino. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho
é avaliar a distribuição espacial das escolas públicas municipais do Ensino Fundamental,
localizadas na zona urbana da cidade de Teresina e o perfil demográfico da população
total e em idade escolar, com base no último censo. Esta análise é pautada na
obrigatoriedade da oferta do Ensino Fundamental para todas as crianças de 6 a 14 anos
(LDB nº. 9394/96, Art. 32). Os fatores relevantes para o estudo foram: aspectos
socioeconômicos da cidade, juntamente com as bases cartográficas, obtidas através do
IBGE, espacialização das escolas municipais de ensino fundamental e definição dos raios
de abrangência de cada equipamento de ensino. As análises foram feitas para escolas com
oferta de matrículas nos anos iniciais (para crianças de 6 a 10 anos) e anos finais (para
crianças de 11 a 14 anos) separadamente, e considerando as zonas da cidade em que cada
escola de localiza. Um polígono de acessibilidade péssima, ou seja, polígonos localizados
a um raio de mais que 1.000 metros de distância da escola, foram detectados. Os
resultados mostram que a rede pública municipal de ensino fundamental urbana não
atende a todas as zonas de forma eficaz. O bairro Parque Sul, localizado na zona sul,
possui uma média mensal baixa, e uma densidade populacional estudantil alta, sendo uma
área passível de implantação de uma nova escola, pois para que a escola mais próxima o
abrangesse, teria que ser aplicado um raio de 2.000 metros, o que é considerado, segundo
a metodologia, uma acessibilidade péssima, tendo em vista que o raio é uma linha reta, e
não condiz com a verdadeira distância percorrida pelos alunos. Conclui-se que esse estudo
pode subsidiar as políticas públicas educacionais, especialmente quanto à tomada de
decisão dos gestores na definição da localização das unidades escolares, já que escolas
mais próximas da população escolar reduz o tempo gasto no descolamento, e aumenta as
chances de permanência da criança na escola.
PALAVRAS-CHAVES: Análise Espacial; Equipamentos públicos de ensino;
Deslocamento estudantil.

---------------------------

 

ALUNOS: Caiqui Eduardo de Moura Costa
ORIENTAÇÃO: Prof. Dr. Péricles Luiz Picanço Júnior (UFPI)
BANCA: Profa. Dra. Dinameres Aparecida Antunes (UFPI)
Prof. Ms. Lineardo Ferreira Sampaio de Melo (UFPI)
DATA: 07/07/2021 às 16h
LOCAL: Google Meeting - Link da videochamada: https://meet.google.com/wns-qpsv-jgx
Título: MAPA TEMÁTICO DA SEDE SOCIAL DA ADUFPI EM TERESINA.
RESUMO:
A cartografia é a ciência que se dedica à representação do espaço por meio do levantamento da superfície física, afim de confeccionar produtos como cartas e mapas. Nesse contexto, este trabalho propõe a produção do mapeamento temático da sede social da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí (ADUFPI), em Teresina, Piauí, utilizando o método de projeto cartográfico centrado no usuário. O objetivo da construção do mapa temático da associação é a utilização dos associados e frequentadores da sede para a sua localização e movimentação dentro dela. A metodologia do projeto cartográfico centrada no usuário consiste em seis etapas, onde a primeira trata do conhecimento dos futuros usuários e das suas necessidades, onde foram entrevistados através de um questionário a atual presidente da associação e o primeiro vice-presidente, a segunda etapa a definição de cada mapa a ser projetado e de sua base cartográfica, a terceira a definição da escala e da projeção cartográfica, na quarta a análise do dados coletados, onde foi avaliado a atualidade, a completude e a qualidade dos dados da base cartográfica, na quinta a definição da linguagem cartográfica, determinando a primitiva gráfica das feições, o nível de medida de cada tema e a variável visual para representação e conclui na sexta etapa com a construção do mapa, apresentando uma solução gráfica para a base cartográfica, a generalização gráfica e a aplicação da simbologia temática. A base cartográfica utilizada foi a produzida pela empresa Topocart em 2013 e atualizada através do auxílio de uma imagem aérea com resolução espacial de 10cm e um receptor GPS de navegação. Para a produção do mapa utilizou-se o software Qgis 3.6.1. A escala utilizada foi a de 1/1000 e a precisão posicional é de 0,20m. As primitivas gráficas utilizadas foram ponto para identificação de elementos como os banheiros, linhas para elementos como o sistema de drenagem do campo de futebol e polígonos para os elementos maiores, cuja área é relevante para a escala utilizada, sendo a maior parte dos elementos representados através desta primitiva. As variáveis visuais utilizadas foram, a cor, diferenciando cada tema, a forma, para os símbolos pontuais, já o nível de medida foi nominal, onde não há relação de ordem entre os objetos. O mapa foi impresso em formato A3 para fixação em locais estratégicos para a visualização e posteriormente localizar os usuários dentro das
dependências do local e também disponibilizado em formato digital para ser anexado ao site da associação.
Palavras-chave: Cartografia Temática. Projeto Cartográfico. Metodologia Centrada no Usuário.

---------------------------

 

Discente: João Eduardo Martins da Silva
Data: 07/07/2021, (quarta-feira) Horário: 18 horas

Local: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/lineardo-ferreira-de-sampaio-melo
Banca examinadora:
Prof. Me. Lineardo Ferreira de Sampaio Melo (Orientador - Presidente)
Prof. Dr. Péricles Luiz Picanço Júnior (Examinador Interno CT/UFPI)
Profa. Ma. Elayne de Silva Figueredo (Coorientadora Examinadora Interna CT/UFPI)
Ma. Thamires da Silva Morais (Examinadora Externa Analista Ambiental/SEMAM)

Título da monografia: EXPANSÃO URBANA E SUSTENTABILIDADE EM TERESINA-PI: Análise do período de 1985 a 2019

RESUMO
Teresina nasceu como a primeira cidade planejada do Brasil, no ano de 1852. Desde então, diversos fatores, como a sua localização entre dois rios, o comércio e a industrialização, contribuem para a expansão urbana de Teresina-PI. Desde a mudança da nova capital do estado até o panorama que tem-se atualmente e da sua planta original até o crescimento acelerado passando por meados do século XX, fugindo do planejamento inicial e refletindo nos dias atuais. Planos e metas propostos pelos órgãos administrativos da capital, foram implementados em todo esse processo afim de conter o crescimento desordenado, e para que benefícios e vantagens que garantem o direito de viver de forma sustentável, fazendo com que os cidadãos sejam assegurados e contemplados com os benefícios básicos, de uma sociedade sustentável. Com isso, o objetivo deste trabalho, é analisar o processo de expansão urbana, por meio dos produtos de uso e ocupação do solo desenvolvidos pelo projeto Mapbiomas, utilizando técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto, e correlacionar o cenário mais atual com a Agenda Teresina 2030, do município em estudo, identificando os principais indicadores de sustentabilidade. Por meio desse estudo identificou-se que a área urbana cresceu cerca de 251% num intervalo de 34 anos (período de 1985 a 2019), constatando que tal crescimento também atendeu as ações e metas da Agenda Teresina 2030, a principal conclusão foi que a cidade vem acompanhando o que foi proposto pelo documento, restando agora uma intensificação para os cumprimentos restantes.
Palavras-chaves: Urbanização; Geoprocessamento; Agenda Teresina 2030; Sustentabilidade.

---------------------------

 

ALUNOS: Antônia Jaqueline Sampaio da Silva
ORIENTAÇÃO: Prof. Dr. Péricles Luiz Picanço Júnior (UFPI)
BANCA: Prof.ª Daniella Rodrigues Tavares (UFPI) e Prof.ª Elayne de Silva Figueredo (UFPI)
DATA: 08/07/2021 às 14h
LOCAL: Google Meeting - Link: https://meet.google.com/kcc-nmnu-eyj
Título: Diagnóstico e planejamento de atualização cadastral do município de Monsenhor Gil - PI.
RESUMO
O cadastro territorial no ambiente urbano torna-se uma ferramenta fundamental ao apoio e planejamento, independentemente da área urbanizada ou da quantidade de habitantes dela, pois quando estruturado de forma consistente e possuindo atualizações periódicas, tanto em sua base cartográfica, quanto em suas informações, o cadastro territorial transmite aos gestores a real situação em que se encontram seus municípios. Este trabalho trata da realização do diagnóstico do cadastro territorial do município de Monsenhor Gil (PI), a fim de conhecer qual a estrutura cadastral existente no município e, através das informações relacionadas ao cadastro, adquiridas junto à prefeitura, identificar qual é o papel do cadastro na cidade, analisando o Boletim de Informações Cadastrais e seus produtos derivados, a base tributária baseada no cadastro territorial atual, as principais características e fragilidades da estrutura que envolve a base cadastral geométrica, insumos e produtos e por fim apresenta um prognóstico da presente situação cadastral da prefeitura. Objetiva, fazer uma análise dos dados utilizados pela prefeitura, para observar a base cartográfica que o município dispõe para suas necessidades e atividades do setor de tributos municipal, e ainda identificar os erros conceituais e operacionais do cadastro territorial e a partir disso, apresentar alternativas para correção dessas falhas. Metodologicamente, foi criado um questionário para coletar informações como tipo de cadastro, finalidade, ano de implantação, atualização, produtos cartográficos, formato e etc. Os resultados conseguidos foram obtidos através de uma seleção de critérios definidos e pela in/existência de produtos cartográficos disponíveis no setor. O Prognóstico realizado sugere que se atente as necessidades individuais de cada item que o setor do município utiliza e os produtos que ainda necessitam ser implantados, para compor o cadastro, para a partir daí definir as possíveis mudanças a serem implantadas, na qual cada item deve ser analisado para saber a necessidade de mudança parcial ou total, ou em último caso, quando mudanças não forem suficientes, a reestruturação/produção do produto cadastral. Diante da análise feita, foram sugeridas as melhores alternativas para sanar as necessidades do setor, tal como elencar estratégias para a atualização dos dados cadastrais e de sua qualidade.
Palavras-chave: Cadastro territorial. Base cartográfica. Produtos cadastrais.

---------------------------

 

ALUNOS: Elionai da Costa Ramos e Francianny Gomes da Silva
ORIENTAÇÃO: Prof. Dr. Péricles Luiz Picanço Júnior (UFPI)
BANCA: Prof. Dr. Antônio Aderson Reis Filho (CT/UFPI), Profa. Ma. Elayne de Silva Figueredo (CT/UFPI)
DATA: 09/07/2021 às 10h
LOCAL: Google Meeting - Link: https://meet.google.com/amt-opok-wty
Título: SISTEMA DE GESTÃO CADASTRAL PARA O MUNICÍPIO DE JOSÉ DE FREITAS - PI.
RESUMO
Cidades estão em constantes transformações e para conseguir acompanhá-las é um desafio para as prefeituras municipais, principalmente para as de pequeno porte. Para conseguir entender e planejar medidas que visem o controle e a organização de um município, é essencial ter a gestão dos seus dados cadastrais, que na maioria das vezes são utilizados apenas para fins fiscais. O objetivo deste trabalho foi a criação de um projeto piloto de gestão cadastral, utilizando como área de estudo 18 quadras na área urbana do município de José de Freitas – PI. Foi desenvolvido utilizando o software QGIS para vetorizar os dados geométricos, especializá-los e armazenar as demais informações extraídas do Boletim de Cadastro Imobiliário – BCI, visando administrar, analisar, corrigir, consultar e permitir futuros planejamentos, com uma ferramenta de baixo custo, viável a realidade do município. Esse projeto piloto resultou em sistema de informação geográfica, que foi capaz de verificar e corrigir erros geométricos encontrados nos BCI’s, armazenar as informações de cada lote, contendo até mesmo fotografias de suas fachadas, criação de uma camada específica de logradouros e suas especificações, além de facilitar na localização das parcelas, tanto pela informação de logradouros, inscrição cadastral ou coordenadas. Os resultados encontrados podem auxiliar em futuros projetos e tomadas de decisões de gestores, sendo capaz de melhorar a arrecadação de tributos, planejar futuras atualizações cadastrais, atender com mais rapidez aos contribuintes, identificar e verificar as condições de logradouros, realização de um estudo sobre a criação de uma lei sobre divisões de bairros, integração com todas as demais secretarias municipais e outras soluções capazes de um melhor desenvolvimento e organização do município de José de Freitas.
Palavra – chave: Cadastro. Gestão. Setor de Cadastro. Projeto Piloto. SIG

---------------------------

ALUNOS: Manoel Marinho Machado

ORIENTAÇÃO: Professora Doutora Dinameres Aparecida Antunes

BANCA: Professor Doutor Antônio Aderson dos Reis Filho (UFPI) e Professor Mestre Elayne Figueiredo (UFPI)

DATA: 09/07/2021 às 14h   

LOCAL: Google Meeting (Link da videochamada https://meet.google.com/qor-wpbw-yau 

 TÍTULO: Análise espacial comparativa dos resultados das eleições municipais para prefeito de Teresina entre os anos de 2016 e 2020

 RESUMO

A presente pesquisa consiste na realização de uma análise espacial comparativa entre o resultado das eleições municipais para o cargo de prefeito na cidade de Teresina no estado do Piauí nos anos de 2016 e 2020. A pesquisa tem como objetivo verificar se existe correlação entre os indicadores sociais selecionados e os resultados das eleições, para isso será utilizada análise espacial como forma de contextualizar o cenário político de Teresina. A análise foi realizada por meio do levantamento, organização e processamento dos dados das eleições municipais de Teresina, bem como a avaliação dos indicadores sociais realizando a comparação dos bairros de acordo com os resultados das eleições, foram elaborados mapas temáticos a partir dos dados levantados. A coleta de dados foi feita no sítio eletrônico do IBGE e do TSE, e a tabulação desses dados foi organizada em forma de planilhas que contêm informações sobre os resultados das eleições e dos indicadores sociais selecionados e essas informações foram inseridos em um SIG por meio de um arquivo vetorial. A presente pesquisa irá expor de forma visual e quantitativa a taxa de votos obtidos por cada candidato/região do município de Teresina nos anos de 2016 e 2020. Os mapas temáticos que serão gerados podem servir como documentos cartográficos que representarão as condições econômicas e sociais do eleitorado nas eleições para prefeito em aspecto espacial. Diante disso, por meio do estudo realizado foi possível confirmar que as condições socioeconômicas de cada bairro de Teresina não influenciam na quantidade de votos obtidos por cada candidato.

Palavras-Chaves: Análise espacial, Indicadores sociais, Coleta de dados, Mapas temáticos.

 


Notícia cadastrada em 30/06/2021 16:09  

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | sigjb05.ufpi.br.instancia1 vSIGAA_3.12.762 08/08/2022 03:31