Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CLAUDIANE BATISTA DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLAUDIANE BATISTA DE SOUSA
DATA: 22/04/2021
HORA: 11:00
LOCAL: Via Remota
TÍTULO: Consumo inadequado de micronutrientes antioxidantes e concentrações lipídicas de adolescentes no Brasil
PALAVRAS-CHAVES: Adolescentes; Dislipidemias; Aterosclerose; Micronutrientes; Antioxidantes.
PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
RESUMO:
SOUSA, Claudiane Batista. Consumo inadequado de micronutrientes antioxidantes e
concentrações lipídicas de adolescentes do Brasil. 2021. Dissertação (Mestrado) - Programa
de Pós-graduação em Alimentos e Nutrição, Universidade Federal do Piauí, Teresina-PI.
Este estudo objetivou investigar a associação entre o consumo de micronutrientes antioxidantes
e concentrações lipídicas de adolescentes participantes do Estudo de Riscos Cardiovasculares
em Adolescentes. A presente análise foi um inquérito transversal e multicêntrico, de base
escolar, realizado em 2013 e 2014, com amostra representativa de 36.918 adolescentes de 12 a
17 anos, de escolas públicas e privadas, em municípios com mais de 100 mil habitantes. Foram
calculadas frequências de participação (elegíveis) por macrorregiões, sexo, idade e tipo de
escola. Os dados de consumo alimentar foram obtidos por meio de Recordatório Alimentar de
24 horas. A análise bioquímica foi realizada com os exames de Colesterol Total (CT),
Lipoproteína de alta densidade (HDL-c), Triglicerídeos (TG) e Lipoproteína de Baixa
Densidade (LDL-c). Os dados foram analisados por meio do software Stata®, versão 15.1
utilizando intervalo de confiança de 95%. O teste Qui-quadrado de Pearson foi aplicado para
testar a associação entre as variáveis e a regressão múltipla para estimar o Odds ratio – OR e
medir a força de associação entre as variáveis. Foi adotado nível de significância de 5%. Os
resultados mostraram associações foram significativas para a vitamina E, B12 e Manganês. A
inadequação de vitamina E foi associada a hipertrigliceridemia em meninos de 15 a 17 anos do
ensino público (OR: 1,67, IC95% = 1,04-2,67) e de vitamina B12 associou-se à baixos níveis
de HDL-c e elevado LDL-c em meninos de 12 a 14 anos pertencentes ao ensino privado (OR:
1,10, IC95% = 1,00-1,19; OR: 1,41, IC95% = 1,09-1,82). A ingestão inadequada de manganês
foi associada a maior chance de níveis elevados de LDL-c em mulheres de 15 a 17 anos (OR:
1,35, IC95% =1,01-1,81). Nas análises de regressão a vitamina E e B12 foram os
micronutrientes que apresentaram maior influência no perfil lipídico dos adolescentes e, as
variáveis sexo e tipo de escola. Em conclusão, foram encontradas associações entre o consumo
inadequado das vitaminas E, B12 e Manganês e o perfil lipídico da população estudada.

MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA RAQUEL SOARES DE OLIVEIRA - UNINOVAFAPI
Interno - 423582 - BETANIA DE JESUS E SILVA DE ALMENDRA FREITAS
Presidente - 423298 - MARIZE MELO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 474.194.153-15 - SUZANA MARIA REBELO SAMPAIO DA PAZ - USP
Notícia cadastrada em: 22/04/2021 10:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/12/2022 08:16