Notícias

Banca de DEFESA: JENNIFER BEATRIZ SILVA MORAIS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JENNIFER BEATRIZ SILVA MORAIS
DATA: 24/03/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Nutrição - Professora Francisca Elima Cavalcante Luz
TÍTULO: Relação entre parâmetros do metabolismo do cortisol, biomarcadores dos minerais (zinco, selênio e magnésio) e a resistência à insulina e estresse oxidativo em mulheres com obesidade
PALAVRAS-CHAVES: obesidade; cortisol; zinco; selênio; magnésio; resistência à insulina; estresse oxidativo.
PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
RESUMO:

A disfunção do tecido adiposo favorece alterações no
metabolismo do cortisol, o que pode contribuir para a hipozincemia, hiposelenemia e
hipamagnesemia em indivíduos com obesidade. No entanto, ainda não existem dados na
literatura sobre a relação entre o cortisol, o metabolismo do zinco, selênio e magnésio e sua
repercussão na resistência à insulina e estresse oxidativo em indivíduos com obesidade. Assim,
esta tese teve como objetivos: 1) Apresentar os mecanismos envolvidos na estrutura do tecido
adiposo, expansibilidade do tecido, disfunção dos adipócitos, bem como o impacto desses
eventos na manifestação de importantes distúrbios metabólicos associados à disfunção do tecido
adiposo; 2) Atualizar aspectos constantes na literatura sobre a participação do cortisol no
desenvolvimento da resistência à insulina, e ainda, a relação desse fato na distribuição do zinco
em organismos com obesidade, e 3) Verificar a associação entre parâmetros do metabolismo do
cortisol, marcadores dos minerais (magnésio, zinco e selênio) e sua repercussão sobre a
resistência à insulina e o estresse oxidativo em mulheres com obesidade. No primeiro estudo, foi
conduzida busca nas bases de dados PubMed, Scopus, Web of Science e Cochrane Library, sendo
incluídos artigos que apresentavam foco na estrutura e remodelação do tecido adiposo,
principais mecanismos relacionados a disfunção desse tecido e as implicações metabólicas
resultantes desse processo. O terceiro estudo de natureza transversal, envolveu 174 mulheres
com idade entre 18 e 50 anos, que foram distribuídas em dois grupos de acordo com o IMC:
grupo obesidade (n = 90) e grupo eutrofia (n = 94). Nesse estudo foram avaliadas as
concentrações séricas de cortisol, ACTH e CGB, urinárias de cortisona, THF e THE, atividade das

ppgan@ufpi.edu.br
https://ppgan.ufpi.edu.br

enzimas GPx, SOD e catalase e as concentrações plasmáticas de TBARs, marcadores do controle
glicêmico e as concentrações plasmáticas, eritrocitárias e urinárias de zinco, selênio e magnésio.
Os resultados revelaram diferenças significativas entre todos os parâmetros do metabolismo do
cortisol, exceto o ACTH. As mulheres com obesidade apresentaram redução nas concentrações
plasmáticas e eritrocitárias de zinco, selênio e magnésio e elevada excreção urinária. Quanto aos
marcadores do estresse oxidativo, verificou-se GPX e TBARs e reduzidos de SOD nas mulheres
com obesidade quando comparadas o grupo controle. Houve correlação positiva entre os
parâmetros de adiposidade e marcadores do metabolismo do cortisol, bem como do cortisol com
marcadores dos minerais avaliados. A correlação canônica entre marcadores do metabolismo do
cortisol, minerais e marcadores do controle glicêmico e estresse oxidativo das participantes do
estudo não revelou resultado significativo. As mulheres com obesidade avaliadas neste estudo
apresentam desordens no metabolismo do cortisol, bem como alterações na homeostase dos
minerais avaliados, como hipozincemia, hiposelenemia e hipomagnesemia. Além disso, os dados
obtidos sugerem a presença de estresse oxidativo nas mulheres com obesidade avaliadas. No
entanto, o estudo de associação não permite identificar que o impacto do cortisol sobre a
homeostase dos minerais avaliados compromete o sistema de defesa antioxidante e na
sensibilidade à insulina.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423582 - BETANIA DE JESUS E SILVA DE ALMENDRA FREITAS
Presidente - 1356863 - DILINA DO NASCIMENTO MARREIRO
Externo ao Programa - 1957715 - IVONE FREIRES DE OLIVEIRA COSTA NUNES
Externo à Instituição - LUCIANA ROSSI MARQUES - UAN
Interno - 3342770 - MARCOS ANTONIO PEREIRA DOS SANTOS
Externo à Instituição - SIMÃO AUGUSTO LOTTENBERG - USP
Externo à Instituição - VLADIMIR COSTA SILVA - FIOCRUZ
Notícia cadastrada em: 15/03/2023 11:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 23/06/2024 20:32