Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOYCE LOPES MACEDO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOYCE LOPES MACEDO
DATA: 16/03/2023
HORA: 12:00
LOCAL: PPGAN
TÍTULO: EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO COM VITAMINA D NO CONTROLEMETABÓLICO E EM MARCADORES DE PEROXIDAÇÃO LIPÍDICAEM MODELO EXPERIMENTAL DE DIABETES MELLITUS TIPO 2
PALAVRAS-CHAVES: Diabetes mellitus. Vitamina D. Controleglicêmico. Perfillipídico. Peroxidaçãolipídica.
PÁGINAS: 39
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
RESUMO:

O diabetes mellitus é umadoençametabólica, crônica e progressiva, caracterizada por um estadohiperglicêmicoresultante de defeitosnasecreção e/ouação da insulina. Aadoção de mudanças no estilo de vidapodeauxiliar no controle e naprevenção das complicaçõesdiabéticas, em que temsidodestacado que algunsnutrientespodemterefeitobenéfico no manejo dessa doença, com destaque para a vitamina D, um compostolipossolúvel que apresentainúmerasfunções no corpohumano. Diante do exposto, o estudopossuicomoobjetivodeterminar o efeito da suplementação com vitamina D no controlemetabólico e emmarcadores de peroxidaçãolipídicaemmodelo experimental de diabetes mellitus tipo 2. Para isto, foidesenvolvido um estudoutilizando 35 ratos machos da linhagem Wistar para aindução de diabetes mellitus tipo 2, por meio de um protocolohiperlipídica e normoproteica, seguido de administração de uma dose baixa de estreptozotocina (30 mg/Kg). Osanimaisforamalocadosemcincodiferentesgrupos de tratamento: controle normal, controlediabético, controlediabéticotratado com hipoglicemiante (metformina), diabéticossuplementados com vitamina D nas doses de 0,25 µg/kg/dia e 0,50 µg//kg/dia de vitamina D, osanimaisreceberamtratamento por via oral, durante 28 dias. Osresultadosencontradosdemonstram que, emrelaçãoao peso final e ganho de peso osgruposdiabéticostratados com vitamina D apresentaramvaloresrelativamentemenoresquandocomparadoaosdemaisgrupos (p<0,05). Emrelaçãoaocontrolemetabólico, nãoverificou-se diferençasignificativasemrelaçãoaoperfillipídico, entretanto, aocomparar-se osgrupostratados com vitamina D com osgrupos CN e CD, houvediferençasignificativaemrelação a glicemia de jejum (p<0,05). Na avaliação dos marcadores de peroxidaçãolipídica, emrelaçãoao MDA observou-se que houvediferençasignificativa entre osdoisgrupostratados com vitamina D quandocomparadosaosgrupos CN, CD e MET (p<0,05). No que se refereaatividadeplasmática de MPO, também se observoudiferençasignificativaaocomparar-se osdoisgruposdiabéticossuplementados com vitamina D quandocomparadosaosgrupos CN e CD (p<0,05). Com base nos dados dispostos, conclui-se que, foipossívelevidenciarefeitos da suplementação de vitamina D no controleglicêmico, assimcomo, resultadossatisfatóriosaoavaliar-se osmarcadores de peroxidaçãolipídica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FRANCISCO VALMOR MACEDO CUNHA - UNINOVAFAPI
Interno - 3342770 - MARCOS ANTONIO PEREIRA DOS SANTOS
Presidente - 1167710 - MARIA DO CARMO DE CARVALHO E MARTINS
Externo ao Programa - 423670 - MARIA IVONE MENDES BENIGNO GUERRA
Notícia cadastrada em: 16/03/2023 09:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 23/06/2024 22:04