Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LAYONNE DE SOUSA CARVALHO RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LAYONNE DE SOUSA CARVALHO RODRIGUES
DATA: 05/05/2023
HORA: 12:00
LOCAL: PPGAN
TÍTULO: Conhecimentos e práticas de profissionais de saúde no enfrentamento da obesidade em adolescentes no contexto da Atenção Primária em Saúde no Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Atenção Primária à Saúde; Nutrição do Adolescente; Obesidade; Pessoal de Saúde.
PÁGINAS: 138
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
RESUMO:

RODRIGUES, L.S.C. Conhecimentos e práticas de profissionais de saúde no enfrentamento da obesidade
em adolescentes no contexto da Atenção Primária em Saúde no Piauí. Tese (Doutorado em Alimentos e
Nutrição), Universidade Federal do Piauí - UFPI, Teresina-PI, Brasil, 2023.

Objetivo: Avaliar conhecimentos e práticas de profissionais no enfrentamento da obesidade em
adolescentes no contexto da atenção primária à saúde no Piauí.

Métodos: Foram desenvolvidos dois estudos, sendo o primeiro, evolução temporal da obesidade em
adolescentes no Estado do Piauí, com dados secundários do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional. Para tanto, estabeleceram-se os critérios de busca: indivíduos adolescentes, Índice de Massa Corporal por idade, sexo e anos de referência de 2015 a 2019. Utilizou-se o software Statistical Package for the Social Sciences, versão 20.0, e teste Qui-Quadrado, considerando-se nível de significância de 5%. Análise de tendência temporal foi realizada no software Joinpoint Regression Program, versão 4.8.0.1, considerando- se p<0,05; o segundo estudo, avaliação do conhecimento sobre nutrição e práticas de profissionais da saúde no enfrentamento da obesidade em adolescentes atendidos na Atenção Primária em Saúde do Estado. Foramrespondidos dois questionários, sobre o conhecimento em nutrição e as ações realizadas em âmbito individual, em grupo e comunitário, monitoramento e adesão ações ofertadas. Utilizou-se o programa Stata versão 14. Para verificar diferenças entre grupos de nutricionistas e outros profissionais de saúde foram aplicados o teste t de Student e Mann Whitney U. Foi aplicado o teste Qui-Quadrado de Pearson para as associações e Odds Ratio (OR) e seus respectivos IC95% na análise de regressão, considerando-se p<0,05. Os participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.

Resultados: O primeiro estudo revelou aumento na prevalência de adolescentes piauienses com excesso
de peso, de 19,0% em 2015 para 22,5% em 2019. Notou-se tendência ascendente significativa de excesso de peso na população total e ambos os sexos no período. O segundo estudo mostrou que, do total de participantes, 59,02% apresentaram conhecimento sobre nutrição classificado como bom e muito bom. Observou-se maior entendimento pelos nutricionistas acerca do conhecimento geral sobre nutrição de adolescentes com obesidade (p=0,000) e por temáticas como consumo de frutas e vegetais (p=0,010), consumo de gordura (p=0,000), e manejo nutricional de adolescentes obesos (p=0,000). Verificou-se que as ações mais prevalentes, no cuidado em grupo, foram as de Promoção da Alimentação Adequada e Saudável (33,88%) e as orientações alimentares (31,15%); e no cuidado comunitário, as ações de vigilância nutricional (39,89%). Maiores percentuais de adesão insatisfatória foram relativas às ações individuais (51,28%) e em grupo (53,57%). A adesão satisfatória foi mais prevalente no cuidado comunitário (81,58%). Não foi encontrada associação entre as ações ofertadas e a sua adesão. Somente 35,52% dos profissionais realizaram monitoramento das ações em grupo e 25,68% ações no cuidado comunitário. Os que realizam o monitoramento das ações em grupo possuem 4,55 mais chances de obterem adesão satisfatória de adolescentes com obesidade (p=0,021).

Conclusões: Os estudos mostraram aumento na prevalência de adolescentes piauienses com excesso de
peso e problema de adesão dos mesmos às ações realizadas na APS. Nesse sentido, propõe-se a conscientização dos profissionais acerca da importância da capacitação na temática e a implementação de estratégias de prevenção e controle da obesidade a nível de grupos terapêuticos e na comunidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 041.631.633-60 - ANA RAQUEL SOARES DE OLIVEIRA - UFPI
Interno - 1167579 - CECILIA MARIA RESENDE GONCALVES DE CARVALHO
Externo ao Programa - 1642410 - GILVO DE FARIAS JUNIOR
Externo ao Programa - 1642393 - KAROLINE DE MACEDO GONCALVES FROTA
Presidente - 423298 - MARIZE MELO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1864470 - OSMAR DE OLIVEIRA CARDOSO
Externo ao Programa - 1553460 - SUELY CARVALHO SANTIAGO BARRETO
Notícia cadastrada em: 05/05/2023 10:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 23/06/2024 20:28