Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JHON LENNON DE LIMA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JHON LENNON DE LIMA SILVA
DATA: 30/06/2021
HORA: 09:30
LOCAL: Museu da Vila
TÍTULO: Apresentamos neste relatório resultados parciais de pesquisa-ação no campo das ciências sociais aplicadas, da museologia de inovação social e suas interfaces com a o patrimônio cultural e educação patrimonial. Estamos pesquisar, documentar para comunicarmos e propormos um plano de salvaguarda dos ofícios e modos de saber-fazer associados ao rio de populações ribeirinhas do município de Luzilândia, cidade da microrregião do Baixo Parnaíba Piauiense. A nossa pretensão é construir um inventário participativo das memórias e histórias de vidas dessas populações que têm seu cotidiano atravessado pelo Rio Parnaíba e outras várzeas fluviais da região. São pescadores, lavadeiras, vazanteiros, comerciantes, vareiros, mulheres do “meretrício” e “líderes comunitárias”, que dia a dia vivem o rio e do rio. Estamos a compreender os significados e sentidos atribuídos por essas pessoas à paisagem fluvial, para, a partir das narrativas, registrar a cultura das águas deste território. Com a imersão nas comunidades, entendemos a interação entre pessoa-meio ambiente e apresentaremos um plano de salvaguarda para o rico e complexo patrimônio cultural ribeirinho. Para a construção de um inventário participativo nos orientamos por referências e boas práticas de inventários participativos, em trabalho já realizados por docentes e discentes do Programa de Pós-graduação em Artes, Patrimônio e Museologia. Uma de nossas referências são as fichas do Manual de Aplicação do Inventário Nacional de Referências Culturais e as publicações do Programa Mais Educação, o que inclui a publicação Educação Patrimonial: Inventários Participativos, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Estamos igualmente a usar os métodos de investigação da autobiografia ambiental, por entendermos que a escrita das relações pessoa-ambiente, no registro da memória, é uma ferramenta útil na área das ciências sociais aplicadas, bem como o uso da história oral e da etnografia, essenciais no processo de observação, diálogos, captação de som e imagem e vivências dos participantes desta pesquisa. Buscamos com ações de interpretação do patrimônio cultural, mobilizar a comunidade local para conhecer, reconhecer e valorizar o patrimônio fluvial da região, as pessoas e suas memórias com a perspectiva de salvaguardá-los para estas e para as gerações futuras. Partimos da compreensão de que os inventários participativos são ferramentas de mobilização social, capazes de aproximar e integrar saberes institucionais e comunidades tradicionais, redirecionando as formas de repensarmos a cidade, fortalecer as identidades e desenvolver social, cultural, político e economicamente o território onde estamos imersos.
PALAVRAS-CHAVES: Patrimônio Cultural; Memórias; Inventários Participativos; Cultura das Águas; Luzilândia, PI
PÁGINAS: 106
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Museologia
RESUMO:

Apresentamos neste relatório resultados parciais de pesquisa-ação no campo das ciências sociais aplicadas, da museologia de inovação social e suas interfaces com a o patrimônio cultural e educação patrimonial. Estamos pesquisar, documentar para comunicarmos e propormos um plano de salvaguarda dos ofícios e modos de saber-fazer associados ao rio de populações ribeirinhas do município de Luzilândia, cidade da microrregião do Baixo Parnaíba Piauiense. A nossa pretensão é construir um inventário participativo das memórias e histórias de vidas dessas populações que têm seu cotidiano atravessado pelo Rio Parnaíba e outras várzeas fluviais da região. São pescadores, lavadeiras, vazanteiros, comerciantes, vareiros, mulheres do “meretrício” e “líderes comunitárias”, que dia a dia vivem o rio e do rio. Estamos a compreender os significados e sentidos atribuídos por essas pessoas à paisagem fluvial, para, a partir das narrativas, registrar a cultura das águas deste território. Com a imersão nas comunidades, entendemos a interação entre pessoa-meio ambiente e apresentaremos um plano de salvaguarda para o rico e complexo patrimônio cultural ribeirinho. Para a construção de um inventário participativo nos orientamos por referências e boas práticas de inventários participativos, em trabalho já realizados por docentes e discentes do Programa de Pós-graduação em Artes, Patrimônio e Museologia. Uma de nossas referências são as fichas do Manual de Aplicação do Inventário Nacional de Referências Culturais e as publicações do Programa Mais Educação, o que inclui a publicação Educação Patrimonial: Inventários Participativos, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Estamos igualmente a usar os métodos de investigação da autobiografia ambiental, por entendermos que a escrita das relações pessoa-ambiente, no registro da memória, é uma ferramenta útil na área das ciências sociais aplicadas, bem como o uso da história oral e da etnografia, essenciais no processo de observação, diálogos, captação de som e imagem e vivências dos participantes desta pesquisa. Buscamos com ações de interpretação do patrimônio cultural, mobilizar a comunidade local para conhecer, reconhecer e valorizar o patrimônio fluvial da região, as pessoas e suas memórias com a perspectiva de salvaguardá-los para estas e para as gerações futuras. Partimos da compreensão de que os inventários participativos são ferramentas de mobilização social, capazes de aproximar e integrar saberes institucionais e comunidades tradicionais, redirecionando as formas de repensarmos a cidade, fortalecer as identidades e desenvolver social, cultural, político e economicamente o território onde estamos imersos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423686 - AUREA DA PAZ PINHEIRO
Interno - 1170950 - SOLANO DE SOUZA BRAGA
Externo ao Programa - 619.174.431-53 - ÁTILA BEZZERA TOLENTINO - UFPB
Notícia cadastrada em: 23/06/2021 07:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 05/10/2022 20:52