Notícias

Banca de DEFESA: TIAGO FERREIRA DE SOUSA NETO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TIAGO FERREIRA DE SOUSA NETO
DATA: 30/08/2016
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DE VIDEO I - CCHL/UFPI
TÍTULO:

#CONTRAOAUMENTO: uma análise das articulações dos protestos contra o aumento da tarifa do transporte coletivo em Teresina – PI.


PALAVRAS-CHAVES:

Movimentos sociais. Ciberativismo. Transporte Público. Mobilidade Urbana. Contra o Aumento.


PÁGINAS: 191
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

A presente pesquisa analisa as manifestações sociais no espaço virtual e nas ruas, contra o aumento da passagem do transporte público de Teresina – PI, nos anos de 2011 e 2012, que contribuíram na implantação de integração ônibus-ônibus no sistema de transporte da cidade. As manifestações tiveram início tímido com a presença de pessoas ligadas a entidades estudantis, sindicais e populares, mas foi ganhando volume em decorrência da ação violenta da força militar em repreender os manifestantes e a facilidade de interação que as redes sociais virtuais facebook e twitter proporcionaram aos lideres na divulgação e convocação de pessoas às ruas e na ação de denúncia de repressão as manifestações. A teoria que fundamenta a pesquisa relaciona-se aos movimentos sociais e ação coletiva (CHAZEL, 1996; GOHN, 1997-2008-2014;  MELUCCI, 2001 SCHERER-WARREN, 1987-2014), globalização (BAUMAN, 1999; HELD, 2001; MCGREW, 2001; IANNI, 1994-1998), redes, ciberespaço, ciberativismo (CASTELLS, 1999-2004-2013; BATALHA, 2011; KAUFMAN, 2012;  LÉVY, 1993-1996-1999; MALINI, 2013;), transporte e mobilidade urbana (MELLO, 1981; NUNES, 2013; LEITÃO, 2013; VASCONCELLOS, 2001-2011); que possibilita melhor compreensão sobre as manifestações como fenômenos sociais coletivos. A pesquisa tem base metodológica qualitativa, utiliza a análise documental, entrevista e imagens. Mas também se apoia em dados quantitativos que facilita maior apreensão do objeto estudado. Os resultados alcançados indicam que as manifestações contra o aumento do transporte em Teresina não tiveram como base apenas a questão econômica (reajuste da tarifa), elas pautaram um sistema de transporte público de melhor qualidade e acessibilidade aos teresinenses; não trouxeram resultados tão significativos na mobilidade urbana e; as redes sociais contribuíram na organização das manifestações, mas foram estruturadas sob bases ideológicas dos movimentos estudantis, sindical e entidades populares.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1217067 - ERIOSVALDO LIMA BARBOSA
Presidente - 1628577 - FRANCISCO MESQUITA DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 423580 - MARIA DALVA MACEDO FERREIRA
Notícia cadastrada em: 08/08/2016 15:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 07/10/2022 06:21