Notícias

Banca de DEFESA: TOMÉ CAPETA SOLUNDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TOMÉ CAPETA SOLUNDO
DATA: 25/01/2022
HORA: 14:00
LOCAL: AMBIENTE VIRTUAL
TÍTULO: SABERES TRADICIONAIS EM ANGOLA E NO BRASIL: ESTUDO COMPARATIVO SOBRE OS SABERES E PRÁTICAS DAS PARTEIRAS NOS MUNICÍPIOS DO ANDULO E AMARANTE
PALAVRAS-CHAVES: Parteiras: Políticas Públicas. Patrimônio Cultural Imaterial. Violência Obstétrica. Emoções.
PÁGINAS: 101
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

A presente pesquisa sobre Saberes Tradicionais em Angola e no Brasil, é uma extensão defendida no curso de bacharelado em Humanidades em 2019, com o título “Saberes Tradicionais das Parteiras em Angola e suas condições de trabalho no município do Andulo” na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Este estudo tem como objetivo central: compreender a importância do ofício do partejar, buscando adentrar na tradição e suas (re)significações no encontro com o conhecimento técnico-científico pela via da política de saúde reprodutiva. Enquanto objetivos específicos, Objetivos específicos, visou-se: 1) Identificar as políticas públicas existentes a saúde reprodutiva nos dois espaços pesquisados em Angola e no Brasil; 2) Conhecer sobre Patrimônio cultural imaterial relativo a parteiras para os espaços em estudo; 3) Conhecer algumas formas afetiva relativas aos partos vivenciadas por parteiras, profissionais da saúde e parturientes. As principais autoras e sujeitos desta pesquisa são as protagonistas desse oficio as parteiras que no qual trabalhei para o desenvolvimento deste trabalho, pois elas possuem uma tradição oral que constitui um patrimônio imaterial predominante no seio de suas comunidades, e outros autoras, autores e instituições governamentais e não governamentais estão presentes para auxiliar na compreensão dos conceitos, e outras categorias de analises na dicotomia da concepção clássica e contemporânea. Este estudo visa contribuir para alargar o conhecimento sobre esta realidade e possibilitar qualidade de vida das parteiras e, consequentemente, das parturientes frente às violências obstétricas sofridas no parto até o pós-p


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1520279 - FRANCISCA VERONICA CAVALCANTE
Externo à Instituição - MARIA DA CONCEICAO DA SILVA CORDEIRO - UNIFAP
Interno - 4221710 - MARIA ROSANGELA DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 13/01/2022 10:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 07/10/2022 14:05