Notícias

Banca de DEFESA: DOUGER SOUSA CAMPELO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DOUGER SOUSA CAMPELO
DATA: 25/08/2023
HORA: 16:00
LOCAL: AMBIENTE VIRTUAL
TÍTULO: SUICÍDIO E EDUCAÇÃO: ideações suicidógenas entre jovens do Instituto Federal do Piauí no período pandêmico da Covid-19 (2019 a 2022).
PALAVRAS-CHAVES: suicídio; pandemia da Covid-19; juventude; educação.
PÁGINAS: 165
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

O presente estudo tem como temática o suicídio, a juventude e a educação no Ensino Médio Integrado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI, nos campi Teresina Central e Picos, no contexto da pandemia da Covid-19. As experiências vivenciadas compreendem os anos de 2019 a 2022 por professores de sociologia, psicólogos e estudantes do IFPI com faixa etária entre quinze a dezoito anos. A pesquisa tem como sujeitos: alunos, professores de sociologia e psicólogos (as) da referida instituição e se propõe a analisar os discursos dos sujeitos, utilizando-se do método compreensivo e de um arcabouço teórico marcado pela interdisciplinaridade. A problematização da investigação se dá a partir das seguintes questões: como a pandemia da Covid-19 influenciou as ideações e tentativas de suicídio dos jovens estudantes do IFPI? E especificamente, como pode ser compreendida a presença de tais comportamentos dos jovens do Ensino Médio dos campi Teresina Central e de Picos, do IFPI? Qual a relação entre as ideações destes discentes com o ambiente escolar? Como a instituição lida com os discentes que expressam ideações suicidógenas? Deste modo, o objetivo geral da pesquisa é compreender como os jovens estudantes, os professores de sociologia e os psicólogos da instituição IFPI entendem as ideações e tentativas de suicídios dos jovens. As principais categorias teóricas trabalhadas na presente pesquisa são: Educação, Juventudes, Suicídio e Pandemia. A metodologia desta pesquisa é qualitativa e dialoga com dados quantitativos. O estudo guarda uma peculiaridade que é o fato de ter sido construído de forma híbrida, isto é, o campo empírico da pesquisa se deu em parte de forma presencial e em parte de forma remota, não por escolha do pesquisador, mas por uma destreza, dada a impossibilidade diante das medidas de distanciamento e isolamento social impostos pela Pandemia da Covid-19. Utilizou-se de recursos do WhatsApp, de e-mails e da plataforma do Google meet. Portanto, os diálogos com Lucas Bezerra compõem o campo dos estudos da Sociologia Digital, crucial para a realização desta pesquisa. Utilizou-se de instrumentos como: diário de campo, tendo como base Malinowski; Roberto Da Matta: Geertz e Saada Fravet. Entrevista com tópicos-guias ou não diretivas, amparado por Severino e Mirian Goldenberg. O pressuposto da dissertação apresenta similaridades intrínsecas das ideações suicidas dos estudantes dos referidos campi com relação de descompasso entre escola/conteúdos/a vida, ou seja, para os jovens em questão, a escola parece ocupar um lugar em que prevalece a “modernidade sólida” e as suas trajetórias de vida apontam para situações em que prevalece a “modernidade líquida”, no sentido dos termos atribuído por Bauman.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1520279 - FRANCISCA VERONICA CAVALCANTE
Interno - 2174595 - LILA CRISTINA XAVIER LUZ
Externo à Instituição - MARIA GLAUCÍRIA MOTA BRASIL - UECE
Notícia cadastrada em: 09/08/2023 09:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 18/07/2024 17:01