Notícias

Banca de DEFESA: FERNANDA DA COSTA DE SOUSA SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA DA COSTA DE SOUSA SANTOS
DATA: 07/06/2022
HORA: 15:00
LOCAL: Sala do CCHL
TÍTULO: “PRINCESA DOS SERTÕES PIAUIENSES”: HISTÓRIA E MEMÓRIA NA COMPOSIÇÃO DE UMA CAPITAL ECLESIÁSTICA EM OEIRAS –PI (1940-1945).
PALAVRAS-CHAVES: História. Oeiras. Intelectuais. Memórias. Capital Eclesiástica.
PÁGINAS: 180
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
SUBÁREA: História do Brasil
RESUMO:

RESUMO: O objetivo da pesquisa foi investigar historicamente a composição de uma Capital Eclesiástica em Oeiras-PI, entre os anos de 1940 a 1945, período que ocorreu a campanha pró-Diocese Oeirense. A ideia da criação de um Bispado em Oeiras, já era avaliado desde seu decurso como capital da província, no entanto, a urbe sofreu consideráveis mudanças devido a transferência da sede do governo para Teresina, impossibilitando que essa aspiração fosse alcançada. Na década de 1940, levando-se em consideração o período em que o espaço urbano estava atravessando uma fase de Renovação, foi empreendido um projeto que aspirava a construção de um Bispado. Nesse cenário, foi elaborado uma comissão central responsável pelo desenvolvimento da campanha, constituída por representantes religiosos, políticos e intelectuais. Buscou-se analisar como as memórias e narrativas instituídas em torno do passado da cidade, tornaram-se elementos essenciais para instituição de um desejo enunciado nos discursos e práticas desses sujeitos. Estas figuras objetivavam que fosse edificado uma sede de um Bispado, e dessa forma a cidade readquirisse o status de capital, se não de uma circunscrição política, mas desta feita eclesiástica. Este processo possibilitaria, na perspectiva destes reestabelecer um destaque entre os municípios piauienses e compensar a importância que acreditavam que havia sido perdida com a transferência da sede do governo para Teresina. Para o desenvolvimento dessa pesquisa nos cercamos de autores como Michael Pollak (1992), Ângela de Castro Gomes (2016), Joel Candau (2014), Paul Ricoeur (2010). As principais fontes utilizadas foram jornais como: Correio de Oeiras, Fanal, Gazeta, O Cometa; Memorial, livros de decretos, atas, relatórios e correspondências da Prefeitura Municipal de Oeiras e revistas do Instituto Histórico de Oeiras.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423663 - FRANCISCO ALCIDES DO NASCIMENTO
Interno - 877.646.793-72 - PEDRO PIO FONTINELES FILHO - UESPI
Externo à Instituição - REGINALDO SOUSA CHAVES - UESPI
Notícia cadastrada em: 19/05/2022 18:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 08/08/2022 03:47