Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ERIKA DA SILVA LUZ ALVARENGA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ERIKA DA SILVA LUZ ALVARENGA
DATA: 13/06/2012
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Aulas do Mestrado - bloco 5
TÍTULO:

Condições bucais e qualidade de vida relacionada à saúde oral dos cuidadores de crianças com paralisia cerebral


PALAVRAS-CHAVES:

Paralisia Cerebral; Qualidade de Vida; Saúde Oral; Cuidadores; Sobrecarga


PÁGINAS: 46
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Clínica Odontológica
RESUMO:

Portadores de necessidade especiais têm sua vida afetada no desenvolvimento de suas atividades básicas e, portanto, requerem atenção de um responsável, ou cuidador. O papel do cuidador é essencial, mas o que muitas vezes não é avaliada é a sobrecarga a que estão expostos e que, consequentemente, tem grande impacto na sua qualidade de vida. Dentre os tipos de necessidades especiais, a Paralisia Cerebral (PC) destaca-se como um problema que limita o portador quanto aos seus movimentos e postura, e representa a incapacidade física mais comum na infância atribuída a distúrbios não progressivos ocorridos durante o desenvolvimento do cérebro imaturo na fase pré-natal, natal ou pós-natal. A PC apresenta diferentes graus de deficiência e limitação do desempenho pessoal, tal fato é importante na proporção da sobrecarga do problema para o cuidador afetando fortemente sua saúde física e psicológica de acordo com a demanda do cuidado. Já qualidade de vida pode ser caracterizada como a “sensação de bem-estar proveniente da satisfação ou insatisfação com áreas da vida consideradas importantes para si mesmo”. Assim, estudos comprovam que a qualidade de vida desses cuidadores é diminuída à medida que as responsabilidades e o desgaste físico e emocional são maiores e que eles passam a negligencia a sua saúde, inclusive a bucal. O objetivo desse trabalho é avaliar se a sobrecarga do cuidado a crianças com PC, pode influenciar de forma negativa na qualidade de vida relacionada à saúde oral dos seus cuidadores. Para isso vão ser avaliados os cuidadores de crianças com PC que são atendidas no Centro Integrado de Educação Especial (CIES) por meio do questionário OHIP-14. Como grupo controle, responderão também o mesmo questionário, os pais ou responsáveis por crianças atendidas na Clínica Odontológica Infantil da Universidade Federal do Piauí (UFPI), obedecendo aos mesmos critérios socioeconômicos. Serão utilizados testes estatísticos para correlacionar os cuidados às crianças com PC e a qualidade de vida relacionada à saúde oral, bem como associação com as questões socioeconômicas, odontológicas e com o grau da deficiência. Se confirmada a hipótese, a pesquisa poderá proporcionar a instalação de estratégias e políticas de acesso aos cuidados odontológicos para essas populações.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1301059 - MARCOELI SILVA DE MOURA
Interno - 1790736 - MARINA DE DEUS MOURA DE LIMA
Presidente - 1167660 - REGINA FERRAZ MENDES
Interno - 1167676 - SIMONE SOUSA LOBAO VERAS BARROS
Notícia cadastrada em: 08/06/2012 05:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 24/09/2022 23:33