Notícias

Banca de DEFESA: ALESSANDRA NOLETO DE ALMEIDA NUNES LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALESSANDRA NOLETO DE ALMEIDA NUNES LIMA
DATA: 20/12/2016
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de aula do PPGO - Bloco 5
TÍTULO: Cárie dentária, condição periodontal e obesidade em adolescentes
PALAVRAS-CHAVES: obesidade, adolescentes, índice de massa corporal, carie dentaria, doença periodontal
PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

A nutrição é componente fundamental para a saúde bucal e a alimentação tem influência direta na progressão das doenças orais mais comuns: cárie e doença periodontal. Este estudo observacional transversal controlado verificou a relação entre cárie dentária, condição periodontal e obesidade em adolescentes obesos ou com excesso de peso, na faixa etária de 12 a 19 anos de Teresina-PI. Dados sócio demográficos foram coletados por questionários, foram realizadas avaliações antropométricas e exames clínicos dentários foram executados utilizando-se o índice ICDAS (índice internacional de avaliação de cárie dentária) e o índice PSR (índice periodontal simplificado). A amostra foi de 360 adolescentes estratificada por tipo de escola (pública /privada), os quais foram distribuídos em três grupos:, obesos, com sobrepeso e eutróficos. Foram realizados análise descritiva dos dados, testes Qui-quadrado e exato de Fish. Para as associações significativas (p<0,05), foram calculadas medidas de efeito, como Odds Ratio e/ou Razão de Prevalência. A prevalência global de cárie dentária (presente ou ausente), nos dois pontos de corte utilizados, não mostrou associação significativa com os grupos segundo o IMC, porém há uma associação significativa para os molares (: x²=6,023; gl=2; p=0,049), quanto aos grupos de dentes, quando o ponto de corte identificava desde os estágios iniciais da cárie dentária ICDAS 1-6>0.Adolescentes com sobrepeso apresentaram maior prevalência (24,2%) de elementos dentários restaurados com resina ou amálgama, quando comparados com aqueles com obesidade (16,7%) ou eutrofia (23,3%). Os dados obtidos com o PSR total (x²=9,692; gl=4; p=0,046), mostra que paraadolescentes obesos ou com sobrepeso, verifica-se uma prevalência 1,33 vezes maior de cálculo e sangramento (IC95%=1,07-1,66) em relação aos eutróficos (p=0,003). Foi identificada associação significativa entre o acúmulo de biofilme e sobrepeso/obesidade (x²=15,167; gl=3; p=0,002). Em conclusão a prevalência global de cárie dentária (presente ou ausente), nos dois pontos de corte utilizados, não mostrou associação significativa com os grupos segundo o IMC, adolescentes com sobrepeso tiveram maior prevalência de elementos dentários restaurados com resina ou amálgama, e acúmulo de biofilme, sangramento gengival e cálculo dentário estavam mais presentes em adolescentes com sobrepeso/obesos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1960448 - GLAUBER CAMPOS VALE
Externo à Instituição - MEIRE COELHO FERREIRA - NENHUMA
Interno - 1167674 - RAIMUNDO ROSENDO PRADO JUNIOR
Presidente - 1167660 - REGINA FERRAZ MENDES
Notícia cadastrada em: 06/12/2016 09:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 24/09/2022 23:31