Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARINA ORTENZI BORTOLOZZO NAPOLEÃO DO RÊGO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARINA ORTENZI BORTOLOZZO NAPOLEÃO DO RÊGO
DATA: 18/09/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aulas do Programa de Pós-graduação em Odontologia
TÍTULO: : IMPACTO DA MÁ OCLUSÃO NA QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE BUCAL DE ESCOLARES: ESTUDO CASO-CONTROLE
PALAVRAS-CHAVES: crianças, má oclusão, qualidade de vida, saúde bucal
PÁGINAS: 51
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

A má oclusão pode ser definida como alinhamento anormal dos dentes ou desvios de normalidade entre os arcos dentários e é considerada terceira doença bucal mais prevalente, superada pela cárie dentária e doença periodontal. Sua etiologia é multifatorial e pode ocorrer devido a fatores hereditários, ambientais ou pela combinação desses. As más oclusões podem ter consequências que vão além das limitações funcionais e/ou estéticas. A literatura ainda é carente de estudos representativos sobre a influência da má oclusão na qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) de crianças com dentição mista. Dessa forma, o objetivo deste estudo é avaliar o impacto da má oclusão na qualidade de vida relacionada à saúde bucal de escolares. Será desenvolvido um estudo de caso-controle de base populacional, aninhado a um estudo transversal com uma amostra de 1.202 crianças de 8 a 10 anos de idade matriculadas em escolas públicas e privadas da cidade de Teresina-PI e seus pais/responsáveis. A QVRSB será mensurada usando versão brasileira do Questionário de Percepção da Criança (CPQ8-10). A análise de cluster em duas etapas será realizada para definir casos e controles baseados nos escores do CPQ8-10. Este método considera o padrão de respostas para cada item separadamente e qual a importância de cada item Na formação de clusters. No grupo caso será incluído os escolares que apresentarem maior impacto negativo na QVRSB, enquanto no grupo controle incluirá aqueles com menor impacto negativo. Dois controles para cada caso será correspondido individualmente da mesma escola e sexo. A principal variável independente será a má oclusão, diagnosticada pelo Índice de Estética Dentária – DAI. Cárie dentária (Índice CPO-D) e traumatismo dentário (Classificação de Andreasen) serão variáveis clínicas de confundimento. Também serão analisadas variáveis socioeconômicas como idade da criança, renda familiar mensal e escolaridade materna. Os dados serão analisados no programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS®, versão 20.0) e realizadas análises descritivas e regressão logística condicional com o nível de significância fixado em 5%.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2296566 - CACILDA CASTELO BRANCO LIMA
Interno - 1301059 - MARCOELI SILVA DE MOURA
Externo à Instituição - MARCOS BRITTO CORREA - UFPel
Interno - 1790736 - MARINA DE DEUS MOURA DE LIMA
Notícia cadastrada em: 03/09/2019 10:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 27/09/2022 07:48