Notícias

Banca de DEFESA: GUILHERME BANDEIRA SANTANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUILHERME BANDEIRA SANTANA
DATA: 08/10/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Plataforfa Google Meet
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E APLICAÇÃO DE UM PÓS-BIÓTICO DE Lacticaseibacillus rhamnosus SOBRE O DESENVOLVIMENTO DE BIOFILME DE Streptococcus mutans IN VITRO
PALAVRAS-CHAVES: DENTIFRÍCIOS, FLUORETOS, SALIVA
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

Pós-biótico é o termo usado para definir os fatores solúveis, produtos ou subprodutos metabólicos liberados pelas bactérias pró-bióticas vivas ou após a lise bacteriana. Este trabalho teve como objetivo realizar a caracterização química do pós-biótico de Lacticaseibacillus rhamnosus LR-32 e avaliar seu efeito sobre o desenvolvimento do biofilme de Streptococcus mutans. Após cultivo da cepa pró-biótica, foi extraído o pós-biótico por centrifugação da cultura e filtragem do sobrenadante. Esse pós-biótico foi utilizado para realizar sua caracterização por meio da Cromatografia Gasosa acoplada à espectrometria de massas, determinar a inibição do crescimento de Streptococcus mutans em sua forma planctônica e para avaliar os seguintes parâmetros de biofilmes de 48h de Streptococcus mutans: bactérias viáveis, peso seco e expressão gênica de glucosiltransferases. O grupo controle consistiu no biofilme de Streptococcus mutans sem nenhum tratamento. Para a análise estatística foi realizado Teste t pareado com p fixado em 5%. Foram identificados 17 compostos no pós-biótico de Lacticaseibacillus rhamnosus LR-32de várias classes químicase o tratamento com o pós-biótico levou a uma inibição do crescimento de Streptococcus mutans em sua forma planctônica, bem como a diminuição do número de bactérias viáveis, redução do peso seco nos biofilmes de Streptococcus mutans, além de regular negativamente a expressão gênica de gtfB, gtfC, gtfD e vicR.Dessa forma, os compostos mais abundantes no pós-biótico de Lacticaseibacillus rhamnosus LR-32 correspondiam ao ácido cítrico, silanol e β-D-glicopiranose e sua aplicação em modelo debiofilme in vitro interferiu no desenvolvimento do biofilme de Streptococcus mutans.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1668358 - ANDRE LUIS MENEZES CARVALHO
Externo ao Programa - 2549060 - CARLA EIRAS
Presidente - 1960448 - GLAUBER CAMPOS VALE
Externo à Instituição - RODRIGO ALEX ARTHUR - UFRGS
Notícia cadastrada em: 28/09/2021 12:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 27/09/2022 08:30