Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: URIAS SILVA VASCONCELOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: URIAS SILVA VASCONCELOS
DATA: 11/12/2014
HORA: 11:30
LOCAL: Sala de Aula do PPGO - bloco 5
TÍTULO:

Resistência ao cisalhamento da cimentação resinosa em zircônia tratada com irradiação de laser Er:YAG e silicatização antes e após fadiga termomecânica


PALAVRAS-CHAVES:

cizalhamento, cimento resinoso, laser Er:YAG


PÁGINAS: 43
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

Com propósito de usufruir das vantagens da cimentação resinosa, a união cimento resinoso/zircônia ainda é objeto de estudo na literatura. Os tratamentos de superfície da zircônia baseiam-se na criação de microrretenções e a associação de técnicas tem sido utilizada para aumentar a resistência dessa união. Objetivo: Avaliar os efeitos de diferentes tratamentos de superfície da cerâmica de zircônia na resistência ao cisalhamento da união zircônia/cimento resinoso/dentina antes e após ciclagem térmica e fadiga mecânica. Material e métodos: 81 espécimes de cerâmica Y-TZP (IPS e.max ZirCAD) serão confeccionados pelo sistema CAD/CAM e distribuídos aleatoriamente em 5 grupos de acordo com o tratamento de superfície: grupo 1 – jateamento com Al2O3 110 µm (n=20); jateamento com partículas de Al2O3 50 µm revestidas com sílica pelo sistema Rocatec (n=20); irradiação a laser Er:YAG (n=20); irradiação a laser Er:YAG seguido de silicatização (n=20) e controle (n=1, um espécime servirá como controle). Após os tratamentos, um espécime de cada grupo será selecionado aleatoriamente para a análise da morfologia da superfície em microscópio eletrônico de varredura assim como o controle. 81 dentes humanos pré-molares extraídos serão preparados e utilizados para a cimentação dos espécimes Y-TZP com o cimento resinoso Panavia F2.0. Após a união dos espécimes, todos serão armazenados em água destilada por 24 horas a 37°C. Metade será submetida ao teste de resistência ao cisalhamento sem fadiga e a outra metade submetida à fadiga termomecânica e posterior teste de resistência ao cisalhamento.  O ensaio de resistência ao cisalhamento será realizado em uma máquina de ensaio universal. Após a fratura, a superfície dos espécimes será submetida à avaliação em estereomicroscópio para a identificação do tipo de falha: adesiva, coesiva ou ambas. Os dados serão tabulados e analisados utilizando o programa SPSS versão 18.0 para Windows e avaliados pelo teste de normalidade para posterior escolha da análise estatística adequada.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALTAIR ANTONINHA DEL BEL CURY - UNICAMP
Presidente - 423020 - CARMEM DOLORES VILARINHO SOARES DE MOURA
Externo à Instituição - JAIME APARECIDO CURY - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 01/12/2014 10:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 18:29